Cidadeverde.com
Geral

PF prende três por fraude de 100 mil ao INSS do Piauí

Imprimir
A Polícia Federal desencadeou hoje a operação Dupla Face para cumprir três mandados de prisão e quatro de busca e apreensão em Teresina e Timon. Os acusados fraudaram a Previdência usando documentos falsos. O prejuízo chega a R$ 100 mil por mês.
 
Eriosvaldo Dias, superintendente da PF

A agência previdenciária mais afetada é a localizada no bairro Aeroporto, zona norte da capital. Segundo nota enviada pela Polícia Federal, o trabalho envolve 20 policiais e um servidor do Ministério da Previdência Social.

Segundo levantamento realizado o prejuízo aos cofres da União atinge a quantia de R$ 100.000 por mês, valores que podem aumentar consideravelmente após a revisão a ser efetuada pelo INSS.
 
Os acusados concediam benefícios previdenciários com base em certidões de nascimento falsas, especialmente na Agência da Previdência Social Aeroporto.
 
As certidões estão sendo utilizadas para a confecção de outros documentos de identificação, como identidades, CPFs, carteiras de trabalho e título de eleitor, o que permite a criação de uma nova pessoa apta a angariar benefício de idoso junto ao INSS.
 

 
Leilane Nunes
Tags:
Imprimir