Cidadeverde.com
Economia

Meirelles alerta sobre riscos da expansão de crédito no pós-crise

Imprimir

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, reiterou nesta sexta-feira a necessidade de que as instituições financeiras estejam atentas à ampliação na concessão de crédito no país "de maneira que possamos agora continuar a construir um sistema sólido dentro dessa trajetória de expansão do momento".

"O problema sempre aparece, é criado, na expansão, mas se revela na retração", afirmou Meirelles durante palestra em seminário promovido pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos). O presidente do BC disse ainda que "é muito fácil sermos complacentes em momentos em que a expansão começa a ficar acelerada."

Apesar de ressaltar que o Brasil foi um dos países menos afetados pela crise mundial, Meirelles destacou que é importante aprender "não só com o fracasso, mas com o sucesso também, reforçando aquilo que deu certo".

Um pouco antes, Fabio Barbosa, presidente da Febraban, havia dito na abertura do evento que "o pior já passou, mas temos um longo caminho de volta rumo à retomada do ritmo de crescimento das operações de crédito e do nosso sistema financeiro".

O Relatório de Estabilidade Financeira, ressalta Meirelles, mostra que "em caso de estresse severo, com elevação conjunta do risco de crédito e das taxas de juros ao mesmo tempo, o sistema bancário brasileiro, na pior das hipóteses, mantém o índice de Basileia [limite mínimo de capital para garantir empréstimos] acima do mínimo regulamentado [11%]".

"Atinge no mínimo 12%. O resultado mostra que o sistema brasileiro está preparado para choques adversos e, evidentemente, é importante que se mantenha nesse processo", completou.

Fonte: folha

Tags:
Imprimir