Cidadeverde.com
Esporte

Flamengo e Vagner Love: liberação é único impasse

Imprimir
Vagner Love não esconde mais de ninguém: ele deseja defender o Flamengo em 2010. Ontem, o atacante apareceu na pelada da Modus, no Iate Clube Jardim Guanabara, na Ilha do Governador, e não poupou elogios ao clube do coração. De férias no Rio, sua cidade natal, Love explicou por que pretende deixar o Palmeiras e reafirmou seu receio com a segurança da família. No início de dezembro, ele foi agredido por três torcedores do clube perto do Parque Antarctica.



– Estou pela liberação do Palmeiras. A coisa mais importante da minha vida é o bem-estar e a segurança da minha família. Hoje não encontro isso em São Paulo. Nada contra o Palmeiras, mas acho que é a hora de eu vir morar na minha casa, que é o Rio de Janeiro. Existe interesse do Flamengo e meu também – afirmou o atacante, ainda, palmeirense.

Para a liberação do clube paulista ocorrer ainda falta o acerto com o Flamengo.Após sinalizar que incluiria jogadores na negociação, o clube rubro-negro soube do interesse do Palmeiras em Everton e recebeu uma lista com outros nomes que poderiam interessar ao Verdão. Erick Flores e Kleberson também estão cotados na lista para reforçar o Palmeiras.

Ciente do desejo de Love, a diretoria palmeirense já entende que ele deve ir para outro clube e acena com a negociação.

– É melhor que ele busque outro lugar. Não podemos ter um atleta que não está motivado. O jogador não consegue trabalhar com algo contra. Nós sugerimos alguns nomes ao Flamengo, o Everton é quem mais agrada. O Kleberson também é um bom nome, mas não sei se é viável – disse Genaro Marino, diretor de futebol do Verdão.

O vice de futebol do Flamengo, Marcos Braz, está em Angra dos Reis, no litoral sul do Rio, para as festas de fim de ano. O aguardo é por uma posição oficial de Love.

– Assim que ele for liberado, vamos conversar. Qualquer emergência, volto para o Rio – avisou Braz.


Fonte: Lancenet
Imprimir