Cidadeverde.com
Geral

Bandidos usam farda da antiga Sucam para assaltar casa de procurador

Imprimir

Atualizada às 16h

O delegado Higgo Martins, do 11º DP, confirmou agora pouco que a residência de um procurador federal de Teresina foi assaltada, porém nega que houve tentativa de seqüestro. Dois homens invadiram o imóvel e renderam os funcionários.

Higgo Martins revelou que assaltantes usaram roupas da Fundação Nacional de Saúde, antiga Sucam, para entrar na casa. Uma prancheta usada como parte do disfarce foi achada na residência, e os peritos tentam encontrar impressões digitais. O revólver que rendeu as pessoas estava dentro de uma bola igual as usadas pelos funcionários sa FNS.






Neste momento (13h30), o delegado está ouvindo o procurador e a perícia já se encontra na residência que fica no Morada do Sol, zona Leste de Teresina.


“Fui até a residência e não houve seqüestro e nem violência física. Levaram objetos pessoais como peças de roupas, aparelhos celulares. Estamos fazendo o levantamento do que foi roubado”, informou o delegado Higgo.


A pedido da família, o delegado não informou o nome do procurador assaltado.




Atualizada às 12h10'

Bandidos entraram na casa de um procurador federal por volta do meio dia e fizeram um assalto. A casa do procurador fica no bairro Morada do Sol, zona leste de Teresina. Segundo a tenente Eliane Fernandes, que comanda os policiais do 5º BPM na busca aos bandidos, o procurador não estava em casa.


Somente funcionários estavam no momento. Eles foram rendidos por dois homens armados. Segundo relataram os funcionários para a tenente, a todo o tempo os bandidos falavam ao celular com uma outra pessoa, que pode ser um comparsa que estaria do lado de fora da residência esperando a ação terminar para dar fuga aos assaltantes.


Até o momento, segundo a tenente, os funcionários deram por falta de um aparelho IPod. A polícia continua atrás dos bandidos.



Leilane Nunes
[email protected]

 

 

 

Imprimir