Cidadeverde.com
Esporte

Corinthians revela assédio e projeta 'desmanche' no time

Imprimir
O elenco do Corinthians sofrerá algumas perdas na próxima janela europeia, exatamente como aconteceu em 2009. A projeção é feita pela diretoria alvinegra. Segundo o presidente Andres Sanchez, de três a quatro jogadores podem deixar o Parque São Jorge ao fim da disputa da Libertadores, após a Copa do Mundo.

“Já falam de Elias, Jucilei, Ralf... Vamos perder de três a quatro jogadores. O Dentinho também é muito assediado. Mas todos sabem que antes de agosto ninguém sai. A menos se o atleta desejar muito ou alguém pagar a multa, o que não vai acontecer”, disse o dirigente à TV Bandeirantes.

Recentemente, Dentinho recebeu oferta do Fenerbahce. O Corinthians fez uma contraproposta e elevou os valores, parando a negociação. Elias também é um nome que recebe consultas com alguma frequência. “É um dos mais assediados, mas o cheque não chegou”, brincou Andres. Uma oferta oficial do futebol holandês já foi recusada. Agora, são times da Espanha que estão de olho.

O presidente confirmou que clubes espanhóis se interessaram por Elias, como revelou o Blog do Neto. “O Elias em agosto será transferido para o futebol espanhol. Já está praticamente tudo acertado com o atleta. O destino será Valencia ou Sevilla”, disse o blogueiro.

O presidente corintiano estabeleceu agosto como prazo mínimo para a saída de atletas devido à Libertadores. A final do torneio está marcada para o dia 18 de agosto. E se a equipe conseguir avançar às últimas fases, as chances de o elenco sofrer alguma baixa ficam ainda menores até este prazo.

Foi em agosto de 2009, inclusive, que o Corinthians perdeu três jogadores importantes e se viu questionado. André Santos, Cristian e Douglas deixaram o clube após as conquistas da Copa do Brasil e do Paulista. A diretoria começou, então, a reformular o elenco e buscou reforços para o centenário.

Desta vez, o Corinthians já tem um reforço apalavrado. De acordo com Andres, o volante Paulinho, do Bragantino, foi comprado pelo Banco BMG e já existe um acordo verbal para que ele defenda o time alvinegro assim que o Paulista acabar. Já é um provável substituto para os assediados volantes corintianos.


Fonte: Uol
Imprimir