Cidadeverde.com
Esporte

Corinthians goleia, mas é eliminado na 1ª fase no ano do centenário

Imprimir
O Corinthians amargou seu primeiro fracasso do centenário e foi eliminado precocemente do Paulistão. Na noite desta quarta-feira, a equipe até fez sua parte e goleou o Rio Claro por 5 a 1 no Pacaembu, mas pagou caro pelos vacilos acumulados na fase classificatória e não contou com a combinação de resultados necessária para avançar às semifinais. Acabou a luta pelo bicampeonato estadual. Agora resta a Libertadores, prioridade do clube no ano de seu histórico aniversário. Já o Rio Claro acabou rebaixado.



Embora tenha saído em desvantagem no placar, o Corinthians superou as dificuldades do primeiro tempo e deslanchou após o intervalo. Ronaldo (em disputa com Robinho), Dentinho (duas vezes), Iarley e Roberto Carlos estufaram as redes. Mas nada disso adiantou.

Com o resultado, a equipe de Mano Menezes chegou aos 35 pontos, insuficiente para ultrapassar Grêmio Prudente (37) e São Paulo (36), que superaram São Caetano e Santo André, respectivamente, para avançar às semifinais. O Rio Claro também se lamentou: com 19 pontos, foi rebaixado ao lado de Monte Azul, Sertãozinho e Rio Branco.

A noite foi ruim para o Corinthians desde o começo. Muito ruim. Tudo deu errado até os 31min do primeiro tempo. No Pacaembu, Alessandro não pôde voltar ao time, o Rio Claro fez 1 a 0 aos 13min após bola rebatida por Rafael Santos e Tcheco saiu machucado. No ataque, Dentinho e Ronaldo abusaram do individualismo e perderam boas chances ao não tocar para o companheiro.

Enquanto isso, os outros candidatos às vagas nas semifinais faziam sua parte. O São Paulo abriu 2 a 0 sobre o Santo André, o Prudente fez 1 a 0 no São Caetano e a Portuguesa chegou a fazer 2 a 0 diante do Ituano. Somando os resultados, o Corinthians não só não alcançava o G-4, como caía para a sexta colocação.

Aos poucos, porém, o cenário ameaçou melhorar. Após chances perdidas por Elias e Danilo, o time de Mano finalmente empatou o jogo aos 31min: Ronaldo aproveitou rápida cobrança de falta de Roberto Carlos e ainda contou com desvio de Robinho. A defesa alvinegra não passou segurança, mas na frente o time alvinegro pressionou. Substituto de Tcheco, Iarley abriu espaços e criou. Ronaldo quase fez o segundo já nos acréscimos.

O Corinthians ainda viu crescer a esperança por um tropeço dos rivais, já que o Santo André diminuiu a vantagem do São Paulo para 2 a 1 em Piracicaba. Esse foi o cenário até o intervalo. “Aqui está difícil. O Rio Claro saiu na frente e está todo atrás marcando”, avaliou Danilo.

Mas o que foi difícil no primeiro tempo ficou fácil no segundo. Em 7min, o Corinthians virou o jogo e fez 3 a 1. Primeiro foi Dentinho quem apareceu pela direita e bateu cruzado para estufar as redes. Depois, o jovem atacante tocou de primeira para Ronaldo na área e o camisa 9 não foi “fominha”: ajeitou na medida para Iarley anotar o terceiro gol.

A ampla vantagem fez a torcida alvinegra se dedicar a “secar” São Paulo e Prudente. Alguns chegaram a comemorar gol do São Caetano diante do Prudente, mas o tento não valeu. Para piorar, aos 18min a má notícia chegou ao Pacaembu: o São Paulo ampliou para 3 a 1 a vantagem sobre o Santo André.

No Pacaembu, o Corinthians fez sua parte. Bem postado atrás, não desperdiçou as chances no ataque. Aos 22min, Roberto Carlos acertou uma bola no ângulo e fez um golaço, ampliando para 4 a 1. Dentinho ainda fez o quinto gol após assistência do lateral-esquerdo.

Mas todos os gols foram ofuscados pela eliminação precoce. A goleada ficou em segundo plano diante da frustração pela queda na primeira fase do atual campeão invicto. O Corinthians, agora, tenta se consolar com o fato de poder se dedicar exclusivamente à Libertadores. Mas a pressão por um título no centenário só cresce no Parque São Jorge.

Campeonato Paulista

19ª rodada

Corinthians 5 x 1 Rio Claro
Santos 4 x 2 Sertãozinho-SP
Santo André 1 x 3 São Paulo
Paulista 3 x 1 Palmeiras
Grêmio Prudente 1 x 0 São Caetano



Fonte: Uol
Imprimir