Cidadeverde.com
Geral

FLAGRA: Polícia divulga vídeo em que homem pede R$ 12 mil por sentença

Imprimir

A Cico (Comissão Investigadora do Crime Organizado) divulgou hoje a gravação em que Raimundo Clécio Falcão Graça, 58 anos, aparece pedindo R$ 12 mil para intermediar a venda de sentença judicial. O vídeo foi gravado pela polícia e tem 1h20min de diálogo entre Raimundo Clécio e o médico Raimundo José Martins de Sousa, 63 anos. No entanto, a Cico divulgou 4’50’’ filmado dentro da sala do cirurgião plástico.



Raimundo Clécio informa que tem influência no gabinete do desembargador Antônio Peres Parente e que consegue liminar favorável ao médico. O cirurgião respondia uma ação de aluguel de imóvel em Teresina. O desembargador, através de nota, negou qualquer relação com Raimundo Clécio.


Veja os momentos mais fortes do vídeo:


Raimundo Clécio- "O seu advogado entrará pedindo a expedição de alvará... consequentemente vai para quem? vai para o desembargador Peres. Consequentemente nós não vamos conceder... Ele sabe que a gente faz, quando a gente tem interesse. Agora ele não quer nem saber. Ele diz: faça com pessoas de nível e de confiança e que tenha brecha jurídica “...


Raimundo Clécio– “Graças a Deus o senhor teve a sorte de cair no desembargador Peres, que é um homem evangélico e muito bacana mesmo”.


Raimundo Clécio – “Quando detectei o problema hoje de manhã e ele (se referindo a Antonio Peres) disse: ‘aqui tem condição’. E ele perguntou é gente sua? Eu disse é uma pessoa ligada a mim e vamos segurar aqui”


Raimundo Clécio– “A gente mata só num despacho. Com despacho monocrático”.


Raimundo Clécio– “O sr. me faz a proposta. Tenho a condição de tanto.Pronto. Doutor é democrático. Não existe percentual”...


Raimundo Clécio– “O sr. poderia nos dar R$ 6 (mil) e no final da apelação os outros R$ 6 (mil)”.


Veja mais:

Comissão solicita lista de servidores de magistrado; OAB acionará CNJ
Vídeo mostra prisão do homem acusado de vender sentenças
TJ lança nota e pede apuração de suposta venda de sentença 
Associação pede rigor em apuração de uso de desembargador
Homem usa nomes de magistrados e é preso tentando extorquir médico




Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com

Imprimir