Cidadeverde.com
Geral

DP prende mulher acusada do golpe da "falsa doméstica" em Teresina

Imprimir

Os policias do 7° DP prenderam hoje (30) uma mulher acusada de dar o golpe da “falsa doméstica” em Teresina.  Identificada como Maria Domingas da Conceição Alves, 28 anos, ela foi detida em sua casa no residencial Francisca Trindade.


Imagem: TV Cidade Verde



Uma das vítimas é uma professora universitária que mora no bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina. Ela contou ao Cidadeverde.com que a mulher foi indicada para trabalhar em sua residência por um motorista de táxi de nome “Barbosa”.


A professora, que não quis se identificar, disse que Maria Domingas trabalhou dois dias em sua casa.  “Quando fui tirar o extrato do banco vi cheques devolvidos. Localizei as pessoas que estavam com os cheques e cheguei até ela”, conta a professora na Central de Flagrantes.





Outra vítima, um empresário do ramo de segurança, disse que ela lhe deu um prejuízo de R$ 1.800,00. A polícia vai investigar também a participação de mais duas pessoas no golpe.


O empresário informou a Polícia que uma pessoa com voz de mulher se passou pela professora universitária e confirmou os dados e o endereço para que ele ficasse com o cheque.






O policial Edison Coelho informou que Maria Domingas foi presa com jóias, peças de roupas e mochilas. O colar de perola e jóias em ouro foram localizadas numa revenda de ouro na rua Areolino de Abreu. Uma pulseira avaliada em R$ 2.500,00 ela teria vendido por R$ 300,00. 


“Quando a professora saia para trabalhar, Maria Dominga colocava jóias, roupas e cheques dentro de um saco de lixo e deixava do lado de fora da casa e quando ia embora levava os objetos furtados”, informou a polícia.






Flash Yala Sena (direto da Central de Flagrantes) 
Redação: Adriana Cláutenes
[email protected]

Imprimir