Cidadeverde.com
Geral

Morre o advogado Jorge Azar Chaib, vítima de doença hepática

Imprimir

Faleceu às 0h45 deste sábado (23), aos 90 anos de idade, vitimado por problemas hepáticos, o advogado Jorge Azar Chaib, o segundo mais antigo causídico em atividade no Piauí. 
 

Dr. Jorge Chaib exerceu vários cargos na OAB-PI, dentre eles o de presidente da Caixa dos Advogados do Piauí, CAAPI. O presidente da Ordem, Sigifroi Moreno, decretou luto oficial de três dias.
 




Chaib deixa, além da viúva, Dona Teresinha Ommati, cinco filhos e 10 netos. Foram 56 anos de profissão assumindo cargos de suma importância tanto na esfera jurídica – como o de promotor, procurador, assessor do TJ-PI – como na administração pública, onde ele foi secretário de Administração no Governo Dirceu Mendes Arcoverde, e no ensino, já que foi professor da extinta Faculdade de Direito do Piauí.
 

No campo das letras, Chaib escreveu cinco livros e um ainda está no prelo, sob a revisão da filha, desembargadora do Trabalho, Liana Chaib. Dr. Jorge era formado em três cursos superiores: Contabilidade, Filosofia e Direito. Ele se inscreveu na OAB-PI ainda no ano de 1947.
 
Os filhos Liana e Flávio relembram as principais qualidades do pai falecido, dentre elas a dedicação, a bondade e o aconselhamento. “Ele foi muito mais que um pai”, lembra Flávio Chaib. Para Liana Chaib, o principal legado de seu pai é a firmeza de caráter que ele deixou aos filhos.
 
O presidente da OAB-PI disse que o advogado Jorge Chaib foi não só é um dos maiores advogados do Piauí, mas sim um jurista de renome nacional, sendo um dos melhores administrativistas do País. "Ele disseminou conhecimento e foi um exemplo de pai de família", lembrou Sigifroi. Já o Secretário-Geral da OAB-PI, advogado Pedro Portela, disse que a advocacia piauiense teve uma perda significante. “Ele prestou relevantes serviços ao Estado e à sociedade”, finalizou Portela.
 
Como forma de reconhecer os trabalhos prestados por Jorge Chaib, a OAB-PI recebeu o corpo para velório, local onde ele deverá ficar até às 17h, de onde parte para o cemitério Jardim da Ressurreição para o cortejo derradeiro.

Imprimir