Cidadeverde.com
Política

HGV e HPM atenderão pacientes de ortopedia do HUT

Imprimir

Hospital Getúlio Vargas e Hospital da Polícia Militar Dirceu Arcoverde farão mutirões para realizar cirurgias ortopédicas e colocarão plantonistas para atender casos de urgência durante os finais de semana a fim de desafogar o número de atendimentos do Hospital de Urgência de Teresina. Isso é o que ficou definido na reunião entre os diretores destes hospitais, o secretário de Saúde, Telmo Mesquita, e o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Pedro Leopoldino.


A informação foi dada em entrevista de Leopoldino ao jornal Notícia da Manhã da TV Cidade Verde. Segundo ele, o número de atendimentos sobrecarrega o HUT. “É uma situação insuportável. A solução discutida ontem com vários gestores. Resolveu-se colocar um plantonista em cada hospital e fazer mutirões na área de ortopedia nos finais de semana para diminuir a fila que existe no HUT”, descreve o presidente da FMS.




O prefeito de Teresina Elmano Férrer chegou a ameaçar entregar o HUT ao governo Estadual caso não recebesse auxílio.


Pedro Leopoldino afirmou que o HGV deve começar os mutirões o mais rapidamente possível, possivelmente neste final de semana. “Hoje haverá reunião com ortopedistas do hospital para começar no sábado”, pontua.


O presidente da Fundação Municipal de Saúde afirma ainda que a demora no atendimento aos doentes custa muito caro à prefeitura, já que, segundo ele, cada paciente gera uma despesa de R$ 500 por dia ao HUT.


“Positiva a reunião porque conseguiu estabelecer uma relação mais estreita com hospitais do Estado”, finalizou Leopoldino.


Flash de Leilane Nunes
Redação Carlos Lustosa Filho
[email protected]

Imprimir