Cidadeverde.com
Geral

TJ recebe pedidos de soltura de presos da operação Mercadores

Imprimir

O desembargador Luís Gonzaga Brandão confirmou, após o segundo depoimento do juiz Carlos Henrique Teixeira, que existem oito pedidos de soltura dos presos da operação Mercadores, um deles é o do próprio juiz. O desembargador disse que vai analisar os pedidos durante este final de semana.


Thiago Amaral/Cidadeverde.com

Desembargador Luís Gonzaga Brandão de Carvalho


Ainda segundo o desembargador, as prisões temporárias encerram-se na meia noite de domingo(28) e na segunda-feira manifestará uma posição se atende ou não aos pedidos de soltura. O Ministério Público Estadual ainda não fez os pedidos de prisões preventivas.


Segundo o desembargador, são cinco volumes de petições para relaxamento de prisões e pedidos de soltura.





Ele confirmou que ainda existe um foragido, identificado como Marcos Vinícius.


No interrogatório ocorrido nesta manhã, o juiz Carlos Henrique colaborou com as investigações e não será mais necessário prestar depoimento nesta fase do processo.


As investigações continuam para apurar se há envolvimento de mais pessoas.


Matérias relacionadas:
› 
Juiz preso na operação Mercadores presta 2º depoimento no TJ do Piauí
› Prorrogada prisão de juiz e mais 9 acusados de grilagem de terra
› Juiz de Parnaguá depõe no TJ por 6 horas e nega venda de sentenças
› Juiz preso em operação da PF depõe no Tribunal de Justiça do Piauí
› Juiz será afastado de funções e fica preso em Quartel da Polícia Militar
› PF descobre que quadrilha queria assassinar promotor de Parnaguá
› TJ indicia juiz por venda de sentença no PI; acusado vai para quartel
› Juiz e empresário são presos pela PF na operação "Mercadores" 

 


Flash de Caroline Oliveira
Redação de Leilane Nunes
[email protected]

Imprimir