Cidadeverde.com
Geral

Empresa vai arcar com prejuízos após gerar tremor em Batalha

Imprimir
A empresa responsável pela explosão causada em uma pedreira no povoado Venâncio na última quarta feira (01), que provocou um tremor de terra entre os municípios de Batalha e Esperantina, disse durante depoimento para a polícia que arcará com todos os prejuízos causados à população.
 
De acordo com o capitão Luiz Gonzaga Albuquerque Lima, comandante da PM de Esperantina, os funcionários admitiram que erraram na quantidade de explosivos. “Normalmente eles utilizam 300kg de explosivos, no dia do incidente a quantidade era de 500kg. Mais ainda não conseguiram explicar os motivos desse excesso”, declara.
 
A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o incidente. Os funcionários da fábrica e os moradores estão sendo ouvidos. A previsão é de tomar o depoimento de pelo menos dez moradores que foram atingidos diretamente com a explosão, e já na próxima semana seja divulgado um laudo concreto sobre o acontecido.
  
Segundo o capitão, a explosão na pedraria causou rachadura em parede e forros de algumas casas. A pedreira fica próxima ao município de Esperantina, mas faz parte do povoado de Batalha, e por isso as investigações acontecem neste município.



Flalrreta Alves (especial para o Cidadeverde.com)
Imprimir