Cidadeverde.com
Política

Fábio Novo diz que o PT sempre trabalhou pela união do bloco

Imprimir
O presidente do PT, deputado Fábio Novo, ratificou que “o Partido dos Trabalhadores foi sim aliado de primeira hora do governador Wilson Martins durante toda a campanha”. Fábio respondeu as críticas feitas pelo deputado Robert Rios (PCdoB) que proferiu discurso criticando a postura do deputado Cícero Magalhães (PT).


Segundo Fábio Novo o PT é um partido de debates e tem correntes que divergem, mas “quando tomamos uma decisão vamos até o fim e a minoria respeita sim a decisão da maioria e formos às ruas pedimos voto, e apoiamos, o presidente Lula veio ao Piauí, Dilma veio ao Piauí, o senador Wellington Dias e todo o PT trabalho por este bloco que elegeu o governador Wilson Martins”, afirmou.

Fábio Novo lembrou que, ao contrário dos demais partidos que faziam parte da base aliada, o PT sempre trabalhou pela União. Ele disse que foi pessoalmente, junto a todos os presidentes dos maiores partidos do bloco, pedir pela união em torno do projeto político implantado pelo PT que teria continuidade com a eleição de Wilson Martins.

“Isso ao contrário do PCdoB deputado Robert, que o senhor disse aqui nesta tribuna que tinha preparado duas atas; uma  para aprovar o apoio a Wilson Martins e a outra para não apoiar, isso condicionando a coligação para chapa proporcional de deputado federal”, disse Fábio Novo. O petista lembrou ainda que o PMDB ficou dividido por um bom tempo antes de se decidir integralmente pela candidatura de Wilson Martins. “Isso para não falar do PTB que veio somente no segundo turno e voltou a fazer parte do bloco”, completou. 

Antes, em aparte ao discurso do deputado Cícero Magalhães, o presidente do PT disse que não acreditava que o governador Wilson Martins estivesse patrocinando os ataques proferidos ao PT, mas cobrou um posicionamento. Segundo Fábio Novo já era chegada a hora de “alinhar os ponteiros ou desalinhar de vez. Eu tenho mantido uma postura serena mas não vou mais aceitar que a imagem do PT seja desconstruída”, afirmou.

Segundo Fábio Novo está no foco da polêmica política levantada pelo deputado Robert “o ciúme da participação do PT em uma gestão na capital, mas isso não tem lógica porque o prefeito Elmano Ferrer foi secretário no Governo de Wellington Dias do PT e o PTB está hoje no Governo de Wilson Martins, então qual é a estranheza, não existe nenhuma barganha ou apoio de um milhão de reais como quer assegurar o deputado Robert. Existe um projeto que o PT participa e que sempre defendeu que é a regularização fundiária e a defesa dos direitos das mulheres e o prefeito Elmano entendeu isso e é bom que os novos órgãos mostrem trabalho”, afirmou.


Da Redação
Tags: fábio novo
Imprimir