Cidadeverde.com
Economia

Mudanças no Mercado do Peixe atraem mais consumidores ao local

Imprimir
No mês de março deste ano foi registrado um acréscimo de cerca de 13% do número produtos comercializados no Mercado do Peixe em comparação ao mesmo período do ano passado. Em 2011 foram vendidos 242.296 quilos de peixe no mês de março e em 2012 esse número passou para 319.783 quilos. O mercado fica localizado na Avenida dos Expedicionários, na Leste de Teresina. O prefeito Elmano Férrer visitará o local amanhã (4), às 8h.

Segundo Élzio Fernando Alves, administrador do mercado, o principal motivo deste acréscimo nas vendas foi a implementação de uma série de mudanças positivas por parte da Prefeitura de Teresina nos últimos meses. Entre as intervenções sofridas no local, através da SDU Leste, estão a recuperação de toda a iluminação, pintura e reforma dos banheiros, o fornecimento constante de materiais de limpeza, a pintura das lanchonetes, o tratamento da água, dedetização, além de uma política de valorização dos permissionários, com a promoção de palestras e atividades de confraternização.

"As pessoas vendo que tudo está muito mais limpo e organizado e que o ambiente está bem mais agradável, certamente voltam mais vezes. Sem falar que o preço é outro importante atrativo", disse Élzio.

O motorista Antônio José Franco, que afirmou frequentar sempre o mercado, disse que realmente têm chamado a atenção as mudanças na organização do mercado.

O Mercado do Peixe possui 55 boxes, sendo 20 de venda a varejo e 35 no atacado. São cinco lanchonetes, duas câmeras frias e uma fábrica de gelo. As vendas seguem essa semana até às 20h desta quinta-feira (05). A movimentação no local começa às 4h da manhã. Hoje, agentes da Strans estavam no local contribuindo com a organização do trânsito no local.

Maria Ivani de Oliveira é uma das permissionárias que também destacou as mudanças no local. "A Prefeitura está mesmo de parabéns pelas mudanças na organização do mercado. E nós também estamos fazendo a nossa parte, com a limpeza, fardamento e organização de cada box. E tem mesmo que ser assim, cada um precisa fazer a sua parte", ressaltou.

Vânia Maria Correia, coordenadora de Alimentos da Vigilância Sanitária do Estado, que estava na manhã de hoje no local, também elogiou a mudança e ressaltou a importância dos permissionários abraçarem essa ideia. "Estamos vendo as caixas de isopor todas novas, as pessoas todas fardadas, tudo bem organizado. Esses permissionários não podem esquecer que isso é bom para eles. Não podem deixar de manter esse padrão", disse.

Do Mercado do Peixe, o prefeito segue para visitar duas obras que estão em andamento no Residencial Zequinha Freire, na região do Vale do Gavião. Trata-se da construção de uma Unidade de Saúde, cujo investimento é de R$ 424.311, e de uma creche. Neste último caso, os recursos aplicados são de aproximadamente R$ 230 mil.

Da Redação
Imprimir