Cidadeverde.com

Pacientes são retirados de prédio após principio de incêndio na UPA de Oeiras

Foto: Allana Sousa/Sesapi

Pacientes e funcionários da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Oeiras precisaram ser retirados do prédio, na tarde desta quinta-feira (24), após um princípio de incêndio na estrutura local. De acordo com João Marcos, coordenador administrativo da UPA, o problema foi ocasionado durante as obras de reparo que estão sendo realizadas na unidade.

“Como está tendo muita chuva, surgiram alguns vazamentos e precisamos começar esse reparo, onde a empresa está aplicando uma manta asfáltica para impermeabilizar. Como é usado um maçarico neste serviço, o calor das chamas acabou passando para a parte de isolamento térmico, subindo um pouco de fumaça”, explicou o gestor ao Cidadeverde.com.

Por conta da situação, o alarme anti incêndio do prédio foi acionado e as chamas rapidamente debeladas com o uso de extintores pela empresa responsável pelo serviço e servidores da UPA. Segundo a direção da unidade, ninguém ficou ferido e os atendimentos no local foram normalizados logo em seguida.

 

Breno Moreno
[email protected]