Cidadeverde.com

Acusado de matar mulher horas após ela registrar B.O. é condenado a 18 anos de prisão

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

O juiz Rafael Palludo, do Tribunal Popular do Júri, condenou a 18 anos de prisão Francisco das Chagas Pereira do Nascimento, vulgo Chaguinha, pelo assassinato da esposa Francisca Ferreira dos Santos em 2020. Algumas horas antes do crime, ela havia denunciado ele para a polícia por violência doméstica no município de Oeiras, a 281 km de Teresina.

Segundo denúncia apresentada pelo Ministério Público, o crime ocorreu no dia 21 de novembro de 2020, por volta das 21h20 no bairro Rosário quando Francisco das Chagas atacou a vítima com um punhal, fazendo 9 perfurações. A neta da vítima, de 5 anos, presenciou o crime e foi a responsável por pedir socorro aos vizinhos.

O MP informou que naquele mesmo dia, por volta das 13h, movido por ciúmes, ele agrediu Francisca Ferreira, o que fez ela procurar a polícia, e registrar um Boletim de Ocorrência pedindo uma medida protetiva.

Em decisão, o Conselho de Sentença do Tribunal Popular do Júri de Oeiras entendeu que o acusado cometeu um homicídio qualificado, pelo meio cruel e feminicídio, além da prática de crime de lesão corporal, ocorrida antes do assassinato.

Francisco das Chagas Pereira do Nascimento foi condenado a 18 anos de reclusão pelo assassinato que deve ser cumprido em regime fechado e mais 3 meses de detenção pela prática de crime de lesão corporal.

 

Bárbara Rodrigues
[email protected]