Cidadeverde.com

Pai é preso por obrigar filha de 12 anos a fazer aborto em Oeiras

A Polícia Civil de Oeiras prendeu um homem de 35 anos suspeito de obrigar a filha de 12 anos a fazer um aborto. Segundo o delegado Paulo César Morais, que investiga o caso, o crime foi denunciado pela mãe e a menina chegou a fazer a interrupção da gravidez. O feto foi escondido em uma caixa de sapato e enterrado em um matagal no município que fica a 313 km de Teresina.

Foi preso Antônio Francisco Avelino Borges da Silva e encaminhado ao presídio de Oeiras. O delegado informou ao Cidadeverde.com que os pais da garota são separados e o pai na última quinta-feira foi pegar a filha e a mãe estranhou.

“A mãe contou que o suspeito foi até a zona rural do município de São Miguel do Tapuio e levou a filha. Ele teria obrigado a garota a tomar quatro comprimidos brancos e no sábado ela tinha abortado o feto de aproximadamente quatro meses”, disse o delegado.

Ele informou ainda que o pai da menina é condenado por tráfico de drogas é ex-presidiário. O delegado relatou que ele é conhecido da polícia e foi intimado para comparecer a delegacia, mas recusou. 

“Mandei os policiais lá e ele pensava que estava sendo preso por crime de desacato quando leu a preventiva viu que era pelo aborto. Ele admitiu e argumentou que a filha é muito nova para engravidar”, disse Paulo César Morais. 

O delegado disse que também causou espanto foi os pais da garota deixarem ela morar com o namorado de 16 anos.

A menina foi encaminhada hoje pela manhã ao Serviço Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (SAMVVIS), entidade que fica na maternidade dona Evangelina Rosa. 

“Ela foi encaminhada a Teresina para fazer a curetagem e os exames que comprovam o aborto”, informou o delegado. 

“É um crime contra a vida. Um crime grave”, disse Paulo César Morais. Ele contou que o pai informou onde estaria o feto, mas a polícia não encontrou no local indicado por ele. 

 

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com