Cidadeverde.com

Instituto Histórico recoloca estátua de Cônego Cardoso em Oeiras

O Instituto Histórico de Oeiras em parceria com a Diocese de Oeiras e com a Prefeitura Municipal, realizaram no último sábado, 12, a recolocação da estátua do Cônego Antônio Cardoso de Vasconcelos, ex -vigário e um dos construtores da Diocese de Oeiras. A cerimônia aconteceu no final da tarde em frente à Casa paroquial no Centro Histórico da cidade, dentro das celebrações de encerramento do Ano Jubilar.

 
Segundo a professora Rita de Cássia Neiva, presidente do IHO, a iniciativa de recolocação da estátua partiu das irmãs: Maria Socorro Rêgo e Maria do Espírito Santo Rêgo, membros do instituto, tendo assim a solicitação acatada por toda a diretoria e demais sócios efetivos do IHO. “Vale destacar que a bandeira do Instituto Histórico de Oeiras é preservar o que deve ser preservado, revitalizar o que deve ser revitalizado, homenagear quem deve ser homenageado. Assim, este especial feito histórico-religioso é uma gratidão do povo oeirense e da diocese, ao Cônego Cardoso, pelos relevantes serviços prestados à Capital da Fé”, destacou Rita de Cássia.
 
Estavam presentes na cerimônia, Dom Juarez Sousa, bispo de Oeiras, Dom Augusto Rocha, bispo emérito de Floriano, Dom Valdemir, bispo de Floriano, Dom Jacinto, arcebispo metropolitano de Teresina, Dom Plínio, bispo de Picos, Pe. João Francisco dos Santos, o Prefeito Municipal Lukano Sá, o Secretário Municipal de Cultura, Professor Stefano Ferreira, o Secretário Municipal de Obras e Infra estrutura, Sr. Luis Costa, a vice presidente do IHO, a professora Maria do Espírito Santo Rêgo, na oportunidade representando a presidente do IHO, Rita de Cássia Neiva, que por motivo de saúde não esteve presente. Além de sacerdotes, seminaristas, religiosas, sócios do IHO e convidados.
 
Após a solenidade, os participantes se dirigiram até o patamar da Igreja Catedral, onde aconteceu uma Para liturgia, seguida de missa de encerramento dos 70 anos da diocese de Oeiras, ordenação presbiteral do diácono Rogério Nascimento e abertura da Porta Santa; assinalando o início do Ano Santo da Misericórdia, proclamado pelo papa Francisco, no dia 08 de dezembro.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com