Cidadeverde.com

Entidades ligadas às pessoas com deficiência fazem mutirão contra Aedes aegypti

Prevenir agora para evitar o aumento da população com deficiência. É com essa visão que a Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid) inicia, nesta quarta-feira (13), a mobilização contra o mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, a febre Chikungunya e o zika vírus, este último relacionado ao aumento dos casos de microcefalia no estado.

O secretário da Seid, Mauro Eduardo, declara que a campanha consiste em realizar, de forma permanente, a limpeza de órgãos e entidades ligadas às pessoas com deficiência. A primeira será a Associação de Amigos dos Autistas (AMA), no bairro Primavera, zona Norte de Teresina. A atividade iniciou nesta quarta.

“É uma forma de conscientizar. O trabalho feito agora pode evitar que centenas de crianças já nasçam com deficiência e os diversos problemas que isto acarreta para si, para seus familiares e os sistemas de saúde e social”, declarou o secretário.

Para Mauro, essa mobilização se junta ao esforço nacional de combater o mosquito transmissor da zika e reduzir a possibilidade de crescimento da população com deficiência. “Além da microcefalia, há também a possibilidade de relação com a síndrome de Guillain Barré, que causa deficiência física, mesmo que não seja permanente na maioria dos casos”, completa.
 

redacao@cidadeverde.com