Cidadeverde.com

Seminário debate Dengue, Chikungunya e Zika com médicos da Fiocruz

Um seminário sobre Dengue, Chikungunya e Zika: controle e intervenção na saúde será realizado nos dias 22 e 23 de janeiro no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Piauí (OAB–PI), em Teresina, com médicos da Fiocruz. 

O evento é uma realizado da própria Fundação em parceria com o Ministério da Saúde, a Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi).

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, que estará presente, diz que o objetivo é discutir alternativas para o combate às enfermidades transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

“Considero o seminário muito importante para construir o conhecimento para o combate a essas doenças, o que deve nos dar subsídios para apresentar ao governo uma proposta conjunta de atuação no objetivo de combater o mosquito Aedes aegypti”, ressaltou o presidente da Fapepi, Francisco Guedes.

O coordenador da Fiocruz no Piauí, Regis Gomes, destacou que, visando enfrentar o quadro epidemiológico referente à ocorrência da emergência dengue, chikungunya e zika no país, a Fiocruz criou o Gabinete para o Enfrentamento à Emergência Epidemiológica em Saúde Pública. 

“O gabinete tem como objetivo discutir com especialistas e sociedade civil alternativas para enfrentar esse desafio, além de levar mais conhecimento à população sobre as possibilidades de prevenção”, ressaltou Regis Gomes.

Entre os assuntos que serão discutidos, estão a relação da microcefalia com o vírus Zika e o controle do Aedes aegypti por meio de mosquitos disseminadores de larvicida, produto nocivo às larvas do inseto.
 

redacao@cidadeverde.com