Cidadeverde.com

Quadrilha suspeita de roubos é presa após colidir carro em Parnaíba

  • dee2752a-1c70-4b8a-903e-a46fa47354a4.jpg Divulgação/PM
  • c44596bb-8419-44a0-b9f4-326fb38f6041.jpg Divulgação/PM
  • a4add2af-8558-4c52-876b-e141b302e124.jpg Divulgação/PM
  • 650bad12-536d-4952-b8f7-fc0fe305174b.jpg Divulgação/PM
  • 73e8f850-61db-4d84-a323-385ee22fca31.jpg Divulgação/PM
  • 54e7b50f-a1e8-49cb-af2b-25639712fe3b.jpg Divulgação/PM
  • 28b6f116-50b5-473c-bb89-70765dff5b55.jpg Divulgação/PM
  • 8efa2119-37b4-4407-a264-1df606c567f0.jpg Divulgação/PM
  • 6ff9a0c2-a87d-45f4-8fd3-e9165533d8c4.jpg Divulgação/PM

Equipes do 2° Batalhão da Polícia Militar, com apoio da Polícia Civil na cidade de Parnaíba, a 310 km de Teresina, conseguiu prender uma quadrilha suspeita de praticar diversos roubos nas últimas semanas. Eles foram detidos após o assalto à residência da ex-mulher de um militar e, com eles, foram encontrados diversos objetos, como aparelhos eletrônicos, relógios, celulares e dois revólveres municiados.

De acordo com a PM, no início da tarde desta terça-feira o grupo invadiu a casa da ex-mulher de um sargento da Polícia Militar no bairro Rodoviária e levou diversos objetos. Os bandidos fugiram em um carro e foram perseguidos por uma viatura, mas acabaram colidindo contra o muro de uma casa e foram capturados.

Os suspeitos foram identificados como Eduardo Silva Sousa, de 28 anos, Carlos Eduardo Reis, de 23 anos, Dinael de Sousa e Silva, de 25 anos, e Antônio Ferreira do Nascimento, de 35 anos.

Eles foram encaminhados para a Central de Flagrantes e, com eles, foram encontrados diversos objetos: 11 celulares; 04 óculos esporte; 08 pulseiras; 1 máquina fotográfica; 1 DVD; ; 05 perfumes; 1 receptor de TV; 1 som automotivo; 8 mochilas, 2 tvs, além de 39 relógios, uma pequena quantia em dinheiro e dois revólveres calibre 38 com 10 munições.

Pelos objetos apreendidos, a polícia tenta confirmar a suspeita da participação do grupo em diversos roubos à residências ocorridos nas últimas semanas e têm aterrorizado a população da cidade. Os policiais solicitam que as vítimas compareçam à Central para o reconhecimento dos suspeitos e a recuperação dos bens.

Diego Iglesias
Redacao@cidadeverde.com