Cidadeverde.com

Áudio relata supostos insultos de Mão Santa a professores em escola

Áudios de uma professora chorando, após relatar insultos sofridos por ela, dentro da escola, realizados supostamente pelo prefeito de Parnaíba, Francisco de Moraes Souza, o Mão Santa, tomaram de conta das redes sociais neste fim de semana. A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinte) regional Parnaíba, Nadja Araújo, informou que uma nota de repúdio será divulgada nesta segunda-feira(21).

O fato aconteceu na manhã da última sexta-feira(18), quando o prefeito estaria visitando escolas e se deparou às 9 horas, com os alunos saindo da unidade. Ele teria entrado no local, gritando, perguntando pela diretora e supostamente xingando os servidores do local, sem querer ouvir as explicações. A escola estava dispensando os alunos para retornarem à tarde, quando aconteceria um bingo prol de uma aluna que precisa fazer uma biópsia.  

Em seu relato, a professora diz que tanto ela quanto a diretora passaram mal e foram socorridas pelo Samu. 

“Foi horrível, horrível, horrível! Eu não consigo me esquecer a cara dele dizendo na minha cara e os olhares dos alunos olhando para nós (chorando). E uma aluna pegando no meu braço, dizendo: - ei tia, o que está acontecendo? E eu pedindo para ele se acalmar, para ele parar de falar aquilo e ele xingando em alto e bom som para todo mundo ouvir. E ai conseguimos falar com a dona Francelina (diretora) e ela voltou para escola e quando ela ia entrando, ele ia saindo, e no meio da rua começou a grita as mesmas coisas com ela e os pais chegando para pegar os alunos. Eu sei que nós duas fomos parar no Samu. Eu com a pressão alta que até agora estou me sentindo mal, o tempo todo, com a situação e a repercussão que está tendo”, declara a diretora adjunta, identificada como Daniela.

A presidente do Sinte-Parnaíba, Nadja Araújo, lamentou o fato e revelou que o prefeito teria chamado os servidores de "ladrões e vagabundos", por estarem "roubando a educação" daquelas crianças. 

“É um ato lamentável, que ocorreu dentro do município de Parnaíba. Onde os trabalhadores em educação daquela escola foram ofendidos como ladrões, vagabundos e vagabundas, isso é lamentável. Nós vamos colocar nota de repúdio ao prefeito, pelo fato dele ter entrado na escola e ter ofendido trabalhadores em educação que estavam mobilizando um ato em favor de uma mãe, que faz parte daquela comunidade escolar. Dentro do nosso projeto pedagógico nós já colocamos a comunidade dentro da escola. Foi um ato insano do prefeito, que não quis ouvir quem estava lá. Simplesmente chegou, falou e gritou, como se fosse o dono da verdade, o dono da razão”, lamenta a Nadja Araújo. 

O Cidadeverde.com entrou em contato com assessoria do prefeito Mão Santa, que disse que no final desta manhã será emitida uma nota sobre o assunto. 

Foto: Wilson Filho

Aulas normais nesta segunda

A funcionária da secretaria municipal de Educação, professora Fátima Silveira, foi destacada nesta segunda-feira(21) para assumir interinamente a direção da escola que possui aproximadamente 500 alunos nos três turnos. Ela informou que hoje as aulas estão normais, com alunos e professores em sala, mas que não sabe até quando ficará. 

A diretora interina disse ainda que não conhecimento da situação da então diretora Francelina e que não sabe se ela retornará ou não à unidade. 

 

 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com