Cidadeverde.com

Pai e filha são suspeitos de usar empresas de fachadas para aplicar golpes

Pai e filha são suspeitos de aplicar vários golpes em pessoas de Parnaíba. Nesta quarta-feira(28), a filha Karenn Cristina da Silva Martins foi presa em cumprimento ao mandado de prisão e com ela foram apreendidos vários cheques, documentos, celulares, um cofre e um automóvel. Em um dos golpes deu um prejuízo de R$ 100 mil. 

Karenn juntamente com seu pai Cláudio Waquim Martins, que está foragido, são suspeitos da prática de diversos crimes, inclusive estelionatos e lavagem de dinheiro.

De acordo com o titular da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Depatri), delegado João Rodrigo Luna, são várias formas de crime que eles praticavam. “Eles vendiam terrenos que não existiam, diziam que iam construir casas e não construíam, criaram pelo menos oito empresas de fachada e soltavam vários cheques sem fundo”, descreveu o delegado que já investiga os golpes em três inquéritos diferentes. 

Ele acredita que a dupla tenha feito mais vítimas, que devem aparecer nos próximos dias após a prisão de Karenn. “Cláudio já está foragido há alguns dias, temos pistas e estamos pedindo auxílio de outros estados. Estamos investigando a participação de outras pessoas nos crimes também”, destacou Luna.

Ele disse que teve uma professora que fez um empréstimo, deu R$ 30 mil na compra de um terreno, mas nunca recebeu o imóvel. “Ela está com depressão com a família destruída, nunca conseguiu se recuperar do golpe”, revelou o delegado. 

Cláudio Waquim também teve prisão preventiva decretada e hoje é considerado foragido da Justiça. 

Foragido - Cláudio Waquim 

 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com