Cidadeverde.com

Açude Ingazeiras está com volume abaixo do esperado; Transnordestina é proibida de usar água do local

O coordenador do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs) no Piauí, Djalma Policarpo, informou que a partir do dia 19 de setembro ficará proibida a retirada de água do Açude Ingazeiras para ser utilizada na obra da Transnordestina em Paulistana (a 450 km de Teresina). 

A determinação foi feita depois que técnicos do Dnocs e da Secretaria de Meio Ambiente (Semar) atestaram que o volume do Açude está 13 milhões de metros cúbicos, nível bem abaixo dos 19 milhões esperados para esta época. E essa quantidade pode prejudicar o abastecimento da população. 

“Demos um prazo para eles porque é uma grande obra que gera 600 empregos diretos e não dava para ser desmobilizada de uma hora para a outra, mas temos que assegurar o abastecimento humano de Acauã e Paulistana e apresentamos alternativas para eles”, declarou o coordenador do Dnocs.

Reservatório zerado 

Em Pio IX, o Açude Cajazeiras já está praticamente zerado, a população da cidade e de municípios vizinhos estão sendo abastecidos pelos reservatórios de Piaus e Barreiras. Policarpo garante que até o final do ano, o abastecimento não estará comprometido. 

“Não faltará água. A barragem de Piaus dá uma segurança até o final do ano e esperamos que as chuvas recarreguem de novo depois. Estamos preocupados com os reservatórios e esse de Pio IX é o mais crítico, a população tem que preservar as águas no entorno desses açudes (Piaus e Barreiras) para manter o abastecimento”, destacou o coordenador. 


Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com