Cidadeverde.com

Sesapi realiza qualificação sobre prevenção ao suicídio em Picos

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), por meio da Gerência de Atenção à Saúde Mental, realizou, na cidade de Picos, o primeiro módulo do curso de Qualificação para Prevenção e Promoção em Saúde Mental, Vigilância e Assistência à Saúde. A ação aconteceu nessa quinta e nesta sexta-feira (12 e 13) e teve como finalidade qualificar profissionais para prevenção ao suicídio e promoção à saúde mental.

O Piauí é um dos estados pioneiros na elaboração do Plano Estadual de Prevenção ao Suicídio, que consiste em um conjunto de ações adotadas por diversas instâncias governamentais, municipais e sociedade civil para se trabalhar na perspectiva de prevenção ao suicídio e necessidade de sensibilização das pessoas sobre a importância do cuidado com a saúde mental.

O primeiro do curso módulo atendeu a profissionais dos municípios pertencentes à região do Vale do Rio Guaribas e foi realizado no campus picoense da Universidade Federal do Piauí. O público alvo foram os profissionais de atenção à saúde mental, atenção básica, vigilância epidemiologia e profissionais da mídia. Nos dias 25 e 26 de setembro, será realizado um segundo módulo.

O secretário de Saúde, Florentino Neto destaca que esse tema merece total atenção do poder público. “Nós estamos fortemente engajados para garantir que tenhamos profissionais nas escolas, hospitais e unidades de saúde que possam identificar os casos e evitar tragédias”, afirma o gestor. Segundo ele, atualmente os jovens são o grupo de maior risco. “Isso decorre da vulnerabilidade do comportamento, dos conflitos internos, do acesso ao conhecimento por meio da tecnologia e até mesmo da cultura do consumo”, acrescenta.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que no mundo todo, aproximadamente, uma pessoa se mata a cada 40 segundos. No Brasil, a cada 45 minutos uma pessoa tira a própria vida. Segundo relatório da OMS, 2019, é urgente o estabelecimento de estratégias nacionais, instituindo medidas preventivas e orientações claras para auxiliar a população a lidar com o tema.

 

[email protected]