Cidadeverde.com

Família de idosa morta ao ser atropelada duas vezes pede justiça

A família da idosa Antônia Conceição, 64 anos, que morreu ao ser atropelada por um carro na última terça-feira (5), em Picos, distante 306 quilômetros de Teresina, está revoltada com a soltura do condutor do veículo. 

Imagens chocantes mostram o momento em que Antônia foi atropelada. Ela caminhava na Rua Castelo Branco quando foi colhida pelo carro. Em seguida, o condutor, de 23 anos, dá uma ré e atropela a idosa novamente.

Em possível ação de desespero, o motorista sai do veículo e deita no chão. Depois volta ao carro, pega algo e foge correndo.

O condutor foi autuado na Central de Flagrantes de Picos por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Segundo a polícia, não foi constatado presença de entorpecente ou álcool no organismo do condutor. Ele pagou fiança e foi solto. 

O padre Abimael Francisco, filho da vítima, defende que o atropelamento não foi sem intenção e pede que a justiça seja feita.

“Tudo indica é que não foi algo sem intenção, parece ter havido dolo no feito, principalmente quando na área urbana, onde há crianças e idosos e ele está em alta velocidade . Ele por si só assume o risco de matar ou se suicidar[...] nada obrigava aquele rapaz lançar aquele carro sobre minha mãe. Não tinha uma criança, não tinha um animal, não tinha um idoso. A maneira como ele lançou o carro na minha mãe indica que houve dolo sim”, lamenta o filho.

A Polícia Civil vai investigar as circustâncias do acidente. 


Izabella Pimentel
Com informações do Jornal do Piauí
[email protected]