Cidadeverde.com

Prefeitura de Picos estuda decretar situação de emergência após forte chuva

Foto: Divulgação/Prefeitura de Picos

A Prefeitura de Picos informou nesta terça-feira (22) que estuda a possibilidade de decretar situação de emergência após a forte chuva que atingiu o município na madrugada de hoje, e que deixou várias ruas alagadas, e 15 famílias desabrigadas. No Piauí, os municípios de Teresina, Luís Correia, Ribeiro Gonçalves e Curimatá já declararam situação de emergência.

Segundo a Defesa Civil Municipal, foram quase duas horas de chuva onde foram registrados cerca de 72 mm. Os bairros mais afetados foram: São José, Paroquial, Parque de Exposição, Canto da Várzea e Boa Vista.

No bairro São José alguns trechos ficaram intrafegáveis por causa da água acumulada nas ruas. A água também chegou a invadir algumas residências e um barranco acabou desabando colocando em risco as casas que ficam nas proximidades. 

Já no bairro Paroquial, 15 famílias já foram retiradas do local. Como muitas casas são localizadas em morros, houve alguns desmoronamentos de terras, que atingiram residências. Ninguém ficou ferido.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Picos

Pedra desceu morro e parou em quintal de residência

“Fomos pegos com essa grande chuva, de aproximadamente 72 mm e a nossa cidade já estava um pouco encharcada com as chuvas que vieram na semana passada. No bairro Paroquial devido às fortes chuvas, galerias bem antigas, chegaram a desmoronar a pelo menos 40 metros e fez um estrago muito grande. Estamos desde madrugada tirando as famílias e dando assistência para evitar danos maiores”, explicou o secretário da Defesa Civil, João Araújo.

De acordo com a Defesa Civil, quase 300 famílias estão em áreas de risco, já que existem muitas casas localizadas em morros, que correm o risco de desabar. As famílias afetadas vão ser cadastradas no programa Aluguel Social, onde serão encaminhadas para um local seguro.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Picos

Casas localizadas em áreas altas estão em situação de risco

Decreto de emergência

O Procurador-Geral do Município, o advogado Antônio José de Carvalho Júnior, afirmou que está sendo estudada a possibilidade de decretar situação de emergência, mas que existe um procedimento que deve ser seguido para isso.

 “A Prefeitura de Picos, através da Defesa Civil, está mapeando as áreas de risco, documentando toda essa situação através de fotos, para que possamos analisar a necessidade de decretação do estado de emergência, e, de já, socorrendo as famílias que tiveram suas casas afetadas, realizando seus cadastros para disponibilizar o aluguel social para que elas possam ser transferidas para locais seguros”, afirmou.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Picos

Chuva afetou cidade de Picos

Municípios em situação de emergência

A Defesa Civil do Piauí informou que até o momento, os municípios de Teresina, Luís Correia, Ribeiro Gonçalves e Curimatá já declararam situação de emergência em decorrência dos prejuízos causados pelas chuvas.

Apesar da situação, nenhum município acionou o órgão estadual, então as equipes não estão atuando nesses locais, apenas as equipes que fazem para da Defesa Civil Municipal. 

 

Bárbara Rodrigues e Clebson Lustosa
[email protected]