Cidadeverde.com

2ª edição do “Compartilhando Compromissos em Rede” é realizado em Picos

Foto: MPPI

O Ministério Público do Estado do Piauí, por meio da 8ª Promotoria de Justiça de Picos, promoveu nesta última sexta-feira (13) o encerramento da 2ª edição do projeto “Compartilhando Compromissos em Rede”. A atividade foi realizada através de um círculo restaurativo e contou com a disponibilização da cartilha para os municípios de Francisco Santos, Monsenhor Hipo?lito, Santo Anto?nio de Lisboa e Dom Expedito Lopes.

Os municípios que compõem a regional de Picos receberam exemplares em formato virtual da cartilha. O material tem um foco informativo e contempla diversos assuntos, como a apresentação das instituições que compõem o serviço de referência de proteção à criança e ao adolescente vítimas de violência sexual, quais medidas adotar e como buscar apoio. “A iniciativa visa fortalecer o trabalho da rede de atendimento por meio da integração dos agentes de proteção voltada para esse pública”, comenta a promotora de Justiça Romana Vieira, titular da 8ª PJ.

Além da cartilha, também foi apresentado o fluxograma de atendimento às crianças e adolescentes vítimas de violência sexual. Ainda durante o encontro, foi realizado um balanço das ações realizadas dentro do projeto. “Compartilhamos as experiências visando implementar melhorias, além de reafirmar o compromisso de dar continuidade ao fluxograma de atendimento”, conclui Romana.

Esteve prestigiando o momento o prefeito de Monsenhor Hipólito, Djalma Policarpo, além do servidor do Núcleo de Apoio Multidisciplinar da 4ª Vara de Picos (NAM) e também idealizado do projeto, José Francisco do Nascimento, e demais integrantes da Rede de Proteção.

O projeto “Compartilhando Compromissos em Rede” é uma articulação entre Ministério Público e Poder Judiciário, por meio da 4ª e 5ª Varas da Comarca de Picos e o Núcleo de Apoio Multidisciplinar da 4ª Vara de Picos (NAM), Delegacia da Mulher em Picos (DEAM), Defensoria Pública em Picos, Prefeitura Municipal e Serviço de Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (SAMVVIS) e órgãos de proteção municipais, como Creas, Cras, Conselho Tutelar, órgãos de saúde e de educação. O lançamento contou com a participação do servidor do Núcleo de Apoio Multidisciplinar da 4ª Vara de Picos (NAM), José Francisco do Nascimento, também gerente do projeto.

Da redação