Cidadeverde.com

Paradas em 2011, obras do hospital de Picos devem reiniciar em setembro

As obras do novo hospital de Picos, paralisadas desde 2011, serão retomadas até setembro. Essa foi a pactuação firmada entre o secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa; o deputado federal, Assis Carvalho; o superintendente Regional da Caixa Econômica Federal, Emanuel Veloso Filho, e a assessora jurídica, Ana Cecília, durante reunião realizada nesta quinta-feira (30), na Secretaria de Estado da Saúde.

“Estamos fazendo essa pactuação junto a Caixa e a Procuradoria Geral do Estado, no sentindo de retomarmos esta obra o mais rápido possível, para que a população possa usufruir prontamente os serviços de saúde”, enfatiza Costa, enfatizando que é prioridade a reestruturação da rede hospitalar estadual.

“A retomada de obras, como a construção de 10 leitos de UTI Neonatal e 10 leitos de Cuidados Intermediários Neonatal (UCIN), no Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano, assim como a construção de 30 leitos de UTI e UCIN, no Hospital Regional Justino Luz, em Picos, são amostras da melhoria nos hospitais do Estado”, afirma.

Com maior capacidade de atendimento e de resolutividade, o novo hospital de Picos deverá atender a uma população estimada de 500 mil pessoas do território Vale do Rio Guaribas. Pelo projeto final, o novo hospital terá 250 leitos e será o Centro de Referência Médica de Picos. Para retomar as obras, os recursos já estão garantidos: são R$40 milhões, sendo R$35 milhões de emenda parlamentar do deputado Assis Carvalho e R$ 5 milhões de recursos do Tesouro Estadual.

O hospital deve ser construído em duas etapas.  Na primeira, serão construídos 50 leitos, salas de cirurgias e UTIs, no primeiro pavimento. No projeto final, serão 250 leitos em três pavimentos. 

 

Da Editoria de Cidades
redacao@cidadeverde.com