Cidadeverde.com

Tempestade derruba palco, quebra vidros de banco e provoca destruição em Picos

  • 20151214034247.jpg Riachãonet
  • 12376605_867253400062767_6189490165627006447_n.jpg Riachãonet
  • 12360249_867250956729678_5446995097186506890_n.jpg Riachãonet
  • 12360195_867251233396317_4276288458118847091_n.jpg Riachãonet
  • 12347776_867250990063008_8014618985536353066_n.jpg Riachãonet
  • 12346487_867251213396319_795505721807966715_n.jpg Riachãonet
  • 12342533_867253460062761_8024942246356743555_n.jpg Riachãonet
  • 12341337_867250886729685_1484671200093224949_n.jpg Riachãonet
  • 12310644_867251076729666_5651236867231956695_n1.jpg Riachãonet

Uma tempestade com rajadas de vento provocou destruição na tarde deste domingo (13) em Picos, município a 306 km de Teresina. Os ventos que atingiram a marca dos 54 km/h chegaram a derrubar o palco onde aconteceria o show de encerramento do aniversário da Cidade, e quebraram todos os vidros da fachada de uma agência bancária no Centro, por exemplo. De acordo com a meteorologista Sônia Feitosa, da Gerência de Hidrometeorologia Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Piauí (SEMAR), apesar da força dos ventos, o acumulado de chuva foi muito baixo. A tempestade assustou os moradores que registraram em fotos e vídeo a destruição provocada pela chuva. Assista:

Sônia Feitosa explica que as rajadas de vento foram provocadas pelas altas temperaturas e que este tipo de destruição é comum quando o vento muda bruscamente de direção. "O acumulado de chuva foi baixíssimo, apenas 0,4 ml e isso é característico de chuva com tempestade. Geralmente ela acontece quando há um dia quente porque houve um aquecimento forte e quando o ar quente subiu encontrou a camada de ar frio e os ventos mudaram de forma abrupta. Se o vento fosse constantemente assim não teríamos estragos, mas quando ele inverte de direção é natural que provoque destruição", explica a especialista.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Glauber Silva, apesar dos estragos, não há famílias desabrigadas na cidade e a prefeitura organizou uma comissão que visitou as regiões mais atingidas para fazer esse levantamento. "Ontem já passamos pelos bairros mais periféricos que foram atingidos pela chuva mas não há famílias desabrigadas. Só muita destruição com antenas parabólicas soltas, árvores caídas e muitos estragos", descreveu o secretário.

Entre os prejuízos está o desabamento do teto de um restaurante, queda do telhado da AABB, queda da parede do estádio municipal e até um outdoor derrubado. "O que impressiona é que quase não choveu, mas ventou muito. O show que ia acontecer no palco que caiu foi transferido e já estamos fazendo a retirada das árvores caídas e novas serão plantadas", garantiu o gestor.

Ainda não há previsão de novas chuvas para a região, mas segundo Sônia, a região Sudeste do Piauí o Norte, o Leste e a capital Teresina devem receber mais umidade nos próximos dias com previsão dle chuvas para os dias mais quentes.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com