Cidadeverde.com

Mãe denuncia agressão de filho durante prisão em Picos

A dona de casa Marilene Alaíde Santos denunciou uma suposta agressão sofrida pelo jovem Maurício Santos, seu filho. Segundo ela, ele foi agredido após ser flagrado vendendo na feira-livre da cidade produtos furtados de uma construção. O episódio foi registrado na Delegacia Regional da Polícia Civil de Picos na manhã deste sábado (6).

A mãe diz ter sido informada de que “Maurício estava na ‘feira do troca’ vendendo um roubo quando os policiais chegaram disfarçados, não estavam vestidos de farda, e prenderam ele. Bateram muito e deram uma coronhada na cabeça (sic)”, relata.

“Eu acho que não é justo. Se ele errou, tem o direito de prender, mas não de espancar. Nunca acreditei que um dia pudesse pegar no sangue de um filho meu em minhas mãos”, desabafa.

A mãe ainda alega que só teve dez minutos para ver o filho na delegacia e nesse intervalo teria ouvido dos policiais “que ele merecia mais”, em alusão à suposta agressão sofrida pelo filho. “Isso é uma injustiça. Quero justiça!”, apela.

Outro lado

O delegado regional Divanilson Sena comentou o episódio e negou a ocorrência de espancamento. De acordo com ele, houve apenas uma reação moderada dos policiais pela resistência do jovem à prisão.

“O policial civil Marcelo, que também é proprietário dessa construção, saiu em diligência no Centro de Picos. E na ‘feira do troca’, próximo à Câmara de Vereadores, ele localizou três indivíduos vendendo material da obra, então ele deu voz de prisão. Dois conseguiram fugir e o Maurício Santos, o ‘Babalu’, que estava de posse dos objetos dentro de uma sacola, ele conseguiu agarrar”, explica Sena.

Ainda de acordo com o relato do delegado, “Maurício tentou reagir chutando o policial, que utilizando de meios moderados, conseguiu derrubá-lo ao chão e o conduziu até a delegacia”.

“É notório que não houve espancamento, e sim uma reação moderada à atitude dele de tentar escapar da ação policial desferindo chutes e socos contra o policial”, acrescenta Sena.

Maurício Santos já tem passagem por roubo e, segundo sua mãe, estava respondendo pelo crime em regime semiaberto.  Em depoimento à polícia ele afirmou que recebeu o material furtado de outra pessoa.

Fonte: Portal Grande Picos