Cidadeverde.com

Picos sedia oficina de capacitação para plano de negócio do Viva o Semiárido

O secretário de Estado do Desenvolvimento Rural, Francisco Limma, o diretor de Combate à Pobreza Rural, Carlos Alberto Silva, e a superintendente da Seplan, Rejane Tavares, participaram da abertura da I Oficina de Capacitação em Imersão de Planos de Negócio no Âmbito do Projeto Viva o Semiárido, nessa segunda-feira (02), em Picos. A solenidade contou com a presença de técnicos e representantes de empresas privadas, Sebrae, Emater, Seduc, Seplan e autoridades da região.

O diretor Carlos Alberto informou que estão sendo preparados, nessa oficina, cerca de 90 técnicos para elaborar os planos de negócio que irão viabilizar financiamentos.

No primeiro dia da oficina, foram discutidos temas como a Convivência com o Semiárido, Contexto e lógica de pertencimento, Arranjos Produtivos, Plano de Negócio e Análises de Carta Consulta e Relatório de Visitas Prévias das Comunidades selecionadas para a atividade de campo.

O secretário relembrou, durante a cerimônia, que o projeto do governo é financiado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida) com o objetivo de financiar projetos produtivos para 89 municípios que estão inseridos no Semiárido piauiense, visando aumentar a renda das famílias e, a partir daí, melhorar a qualificação dessas para a convivência com o Semiárido. “Associando esse projeto com outras cadeias que já se desenvolvem na região, por isso foram priorizados a apicultura, ovinocaprinocultura, piscicultura, mandioca e artesanato, cadeias que o governo tem valorizado para o desenvolvimento do estado”, concluiu Limma.

Oficina de Capacitação em Imersão de Planos de Negócio no Âmbito do Projeto Viva o Semiárido em Picos.( Foto: Edna Maciel)Os técnicos capacitados estarão vinculados ao Estado, empresa, ONGs, a universidades ou Instituição Federal Tecnológica e irão assessorar as famílias na elaboração dos projetos. “Nós estamos preparando essas pessoas para que elas possam elaborar os planos de negócio, dentro do que preconiza o Fida/PVSA”, acrescenta o secretário da SDR.

PVSA

Até agora, já foram assinados 6 planos de negócio e beneficiadas mais de 900 famílias com investimentos ultrapassando os 5 milhões de reais. A expectativa  com as “imersões” é para que, num período de 15 dias, sejam elaborados na faixa de 45 planos de negócio, atendendo em média 1000 famílias com investimentos na ordem de R$ 5 milhões.

O evento segue até o dia 07, no Hotel Entre Rios, em Picos.

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com