Cidadeverde.com

Inaugurado curso de medicina da UFPI em Picos

O secretário estadual de Governo, Merlong Solano, representou o governador Wellington Dias na inauguração do curso de medicina do campus Senador Helvídio Nunes de Barros da Universidade Federal do Piauí (UFPI), em Picos. A solenidade foi nessa sexta-feira (16), no próprio campus.

Merlong ressaltou o empenho dos governos Lula e Dilma pela interiorização da educação e da saúde, inclusive com a criação de cursos de medicina no interior. "Para isso, fixaram as fontes, alocando recursos para a educação. Essa visão de governo garantiu a expansão das universidades. A UFPI, por exemplo, só tinha um curso de medicina, agora possui três", afirmou Solano.

O reitor da UFPI, Arimatéia Dantas, destacou as conquistas da instituição nos últimos anos, o crescimento da graduação e pós-graduação, e as vitórias em grandes competições acadêmicas. "Nós temos o melhor hospital universitário do país, segundo a Ebserh (empresa que administra os hospitais universitários). Com estrutura moderna, totalmente  climatizado, equipamentos de ponta, dentre os mais modernos do mundo. Tudo pelo SUS", pontuou Dantas.

A diretora do campus, Maria Alvenir Barros, fez um relato da trajetória percorrida para que a instalação do curso se tornasse realidade. "Em 2010, a UFPI apresentou um projeto ao então ministro da Educação, mas tivemos que esperar a lei que instituiu o programa Mais Médicos, em 2013. Depois, as lutas por equipamentos e servidores. Foi uma caminhada longa e esse é um momento histórico para o Semiárido piauiense porque um curso de medicina não vem sozinho. O próximo passo é reestruturar o serviço médico e hospitalar de Picos", frisou Maria Alvenir.

A coordenadora do curso, Patrícia Batista, adiantou que a instituição trabalhará com uma metodologia diferente da tradicional e que os acadêmicos serão colocados em contato com a comunidade e as habilidades médicas desde o primeiro período, acompanhados em pequenos grupos por tutores.

A primeira turma conta com piauienses e estudantes oriundos de Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, São Paulo e Distrito Federal, preenchendo as 30 vagas disponibilizadas. "A comunidade da UFPI tem talento e competência que não deixa a desejar em nenhum lugar desse país. Tenham orgulho da universidade em que vocês estão", frisou o reitor Arimatéia Dantas em fala direcionada aos novos alunos de medicina.

A aula inaugural foi ministrada pelo professor Carlos Henrique Nery Costa, do Departamento de Medicina Comunitária da UFPI.