Cidadeverde.com

Cartório eleitoral de Picos dá início a processo de rezoneamento

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está realizando um trabalho de rezoneamento eleitoral em todo o país. O objetivo da medida é gerar uma economia anual de aproximadamente R$ 74 milhões aos cofres públicos. A ideia é criar um novo modelo eficaz de atendimento ao eleitor e corrigir as distorções no quantitativo em zonas eleitorais.

O processo já começou a ser implementado no Cartório Eleitoral de Picos, que receberá a 28ª zona eleitoral, composta e pelos municípios de Santo Antônio de Lisboa, Francisco Santos, Bocaina, Monsenhor Hipólito, São Luís e Canabrava.

De acordo com o chefe da 10ª zona eleitoral, Luís Borges, o trabalho irá aglutinar algumas zonas e extinguir outras, modernizando assim o serviço prestado pela Justiça.

“A princípio a nova zona será sediada aqui na sede do cartório. As zonas já existentes sofrerão alterações, a 10ª receberá um novo município que é Paquetá e a 62ª receberá os municípios de Wall Ferraz e Santa Cruz do Piauí”, explicou o chefe de cartório.

As reformulações deverão ser concluídas até o próximo pleito eleitoral.

Fonte: picos40graus