Cidadeverde.com

Defesa Civil alerta para riscos de desabamentos após chuvas em Picos

O coordenador da Defesa Civil de Picos alerta para riscos de enchente e desabamentos em áreas de risco. Oliveiro Luz falou que as famílias que moram em encostas de morros, por exemplo, devem se abrigar em casa de amigos ou parentes, pois a previsão é que as chuvas continuem.

Na cidade há muitas famílias vivendo em locais impróprios, a recomendação é que essas pessoas saiam das casas, a temeridade é maior para os moradores que habitam as encostas dos morros que rodeiam o município. A instabilidade do terreno acidentado e barrancoso deixa casas e famílias abandonadas a própria sorte a cada nova chuva.

Além do risco de deslizamento de terras, há ainda a possibilidade de haver alagamentos na cidade. “Nós estamos avisando aos moradores que moram nessas áreas de risco, que são muitos, que fiquem atentos com as chuvas, que procurem casas de parentes para se abrigarem, pois tanto os alagamentos quanto deslizamentos, é sujeito a fazer vítimas e nós não queremos que isso aconteça com a população de Picos”, disse o coordenador.

Oliveiro Luz falou que já procurou a Secretaria de Obras para buscar medidas paliativas para tentar conter possíveis deslizamentos. Ele destaca que, caso as chuvas continuem em grande intensidade, o Poder Público Municipal deverá procurar um local adequado para abrigar essas famílias. “Se for o caso que haja muito desabrigado, nós vamos ter que procurar prédios públicos para abrigar esse pessoal no período em que tiver esse desalento”.

No bairro Paroquial, na Rua Santiago, já aconteceu um deslizamento significativo, o representante da Defesa Civil contou que moradores o procuraram para expor a situação. “Eu estive na Rua Santiago, coisa mais feia que tem lá, um muro arriou, eu já fui lá, em seguida entrei em contato com a Secretaria de Obras, mas no momento não dá para fazer muita coisa não, porque como está chovendo, não se pode construir nada”, acrescentou.

Oliveiro Luz afirmou também que procurou a Coordenadoria de Habitação e Urbanismo de Picos para colocar essas famílias no cadastro do Programa Minha Casa Minha Vida para que eles tenham uma residência em local adequado.

Fonte: Grande Picos