Cidadeverde.com

Shopping do Povo oferece variedade de produtos em Picos

“As pessoas procuram. Estou vendendo de acordo com a procura. Acredito que vai melhorar com o tempo”, comenta Vitória Moura, de 18 anos, comerciante do Shopping do Povo no ramo de confecções.

A diversidade comercial encontrada no Shopping do Povo, inaugurado dia 06 deste mês, promove nos comerciantes maior perspectiva de crescimento nas finanças de cada um. É o que afirma Vitória Moura, acima, comerciante do referido shopping.

Já para Lucas de Sousa, de 22 anos, comerciante do ramo eletrônico, a estrutura oferecida pelo Shopping do Povo é fundamental para o crescimento do serviço prestado ao público, seja ele qual for, a partir da noção de qualidade do que se quer oferecer ao público por parte de cada empreendedor.

“Esta estrutura nos chama a investir, seja qualquer área, pois nos trás uma nova visão de negócio, porque, por que agora temos ponto fixo. Independente do ramo, temos que oferecer melhor serviço ao público e assim o crescimento financeiro para todos virá”, acredita.

A atividade econômica é variada, como visto antes, porém cada empreendedor deve ofertar seu melhor serviço em busca do seu cliente.

Desse modo, a gama de serviços oferecidos no Shopping do Povo é maior e mais ampla. Lá, comerciantes oferecem desde comida à venda de calçados, o local abriga diferentes comércios

“Eu saí da rua e hoje estou em um lugar de excelente estrutura. Aqui, posso vender meu produto sem me preocupar com intempéries temporais e outros problemas que a rua oferece”, explica o comerciante Agnaldo Araújo de 36 anos atuando no ramo de calçados a mais de 20 nas ruas de Picos.

Segundo Agnaldo, o Shopping do Povo trouxe para ele e outros pares a possibilidade de oferecer serviço e produto de qualidade, pois

“no meio da rua nós éramos mal vistos e nossos produtos sofriam com a ação da natureza, sol, calor. Aqui, estamos resguardados e não corremos o risco de sermos roubados”, assegura.

Outra comerciante, Francisca Tina de 65 anos, que trabalhou durante 30 anos na Praça Josino Ferreira vendendo lanches rápidos, disse que o trato com os produtos alimentícios os quais trabalha a tanto tempo, teve substancial qualidade quando da mudança para um local adequado como o Shopping do Povo, já que, para a experiente ambulante,

“aqui é tudo mais limpo. Eu posso vender minha mercadoria com limpeza e agradar meu cliente”, sustenta a vendedora.

Agnaldo Araújo e Francisca Tina ambos diferentes na oferta de serviços, acreditam que a transferência do comércio ambulante das ruas para um local seguro e apropriado, no caso do Shopping do Povo veio na hora certa. Ressaltam que a mudança ocorrida é inicialmente difícil, “mas temos que dar o primeiro passo”, sustenta Agnaldo Araújo.

Ascom