Cidadeverde.com

Saúde de Picos intensifica ações para a população

A Secretaria Municipal de Saúde de Picos, através da coordenação do Programa de Saúde na Escola (PSE) lança cronograma de atividades para 2019.

De acordo com a coordenadora Iane Borges, o programa iniciou suas atividades no mês de fevereiro de 2019.  Foram realizadas duas ações, uma de prevenção da gravidez na adolescência e outra de prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis e métodos contraceptivos.

No mês de março iniciou-se a realização da avaliação antropométrica (peso, altura e índice de massa corporal) com os profissionais do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF), nas escolas Antônio Marques e Urbano Maria Eulálio.  

“O PSE foi criado pelo Ministério da Saúde em parceria com o Ministério da Educação, justamente para está atribuindo essas ações nas escolas e é de grande relevância porque vai promover e prevenir as doenças e agravos que podem acometer essa população de alunados”, disse Coordenadora do Programa de Saúde na Escola, Iane Borges.

O programa abrange creches, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA),e tem a participação  das equipes de saúde para as ações de prevenção, promoção e avaliação das condições de saúde dos educandos.

A adesão do ciclo 2019-2020 foi realizada pela gestão atual, abrangendo o total de 83 escolas estaduais e municipais, sendo atualizados a cada dois anos.

A coordenação do PSE vai realizar 12 ações durante o ano, sendo elas:

- Ações de combate ao mosquito Aedes Aegypty;

- Promoção da segurança alimentar, nutricional e alimentação saudável;

- Direito sexual e reprodutivo e prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis e AIDS;

- Prevenção do uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas;

- Promoção da cultura de paz, cidadania e direitos humanos;

- Promoção de práticas corporais, da atividade física e do lazer nas escolas;

- Prevenção de violências e dos acidentes;

- Identificação de educandos com possíveis sinais de agravos de doenças em eliminação;

- Promoção e avaliação da saúde bucal e aplicação tópica de flúor;

- Avaliação da situação vacinal;

- Promoção da saúde auditiva e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração;

- Promoção da saúde ocular e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração.

Ascom