Cidadeverde.com

Fundação Hospitalar consegue liberação de mais de R$ 2 milhões para Hospital de Picos

Foto: Ascom Fepiserh

 

 

O Ministério da Saúde aprovou recursos da ordem de R$ 2.400.000 que serão investidos no componente hospitalar do Plano de Ação Regional da Rede de Atenção às Urgências e Emergências da região de Picos.

O presidente da Fundação Hospitalar do Piauí (Fepiserh), Pablo Santos, explica que os recursos serão direcionados para o Hospital Regional Justino Luz e tem como finalidade o custeio de quaisquer ações e serviços de média e alta complexidade para atenção à saúde da população.

“Batalhamos pela aprovação desses recursos e vamos tornar o Hospital Justino Luz a porta de entrada para a rede de urgência e emergência, beneficiando não apenas Picos, mas todos os municípios que fazem parte daquela região do Vale do Guaribas”, diz Pablo Santos, ressaltando que a liberação desses recursos chega em um momento importante, em especial, por reforçar as ações de combate à pandemia do coronavírus no estado.

Além de recursos na área de custeio, o gestor adianta que a fundação já está com projeto no Ministério da Saúde solicitando recursos para investimentos em reforma e compra de equipamentos, dentre outras ações. “O Justino Luz é um hospital regional de referência e atende a cerca de 50 municípios, oferecendo serviços de obstetrícia, ortopedia, radiologia, emergência clínica, cirurgia geral, pediatria, dentre outros. Atualmente, conta com 10 leitos de UTIs. Não tenho dúvidas da importância desses investimentos”, pontua Pablo Santos.

O presidente da fundação esclarece ainda que o Fundo Nacional de Saúde adotará as medidas necessárias para a transferência, regular e automática, do recurso ao Fundo Municipal de Saúde de Picos, em parcelas mensais, mediante processo autorizativo encaminhado pela Secretaria de Atenção Especializada à Saúde.

A portaria de nº 564 março/2020 foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (30), e já entra em vigor a partir da data de publicação.

Da Redação
[email protected] 

 

Presídio tem fuga de 14 presos através de túnel; Sindicato culpa decisão judicial

Foto:Arquivo/Cidadeverde.com

O sistema prisional do Piauí registrou, nesta quarta-feira (25),  a segunda fuga de presos da semana. Na noite de ontem 14 detentos conseguiram fugir da Penitenciária Regional José de Deus Barros, na cidade de Picos, no Sul do Estado. 

A secretaria estadual de Justiça afirma que, até às 11h27, seis detentos haviam sido recapturados. Segundo a pasta, os presos fizeram  cavaram um túnel na cela e tiveram acesso à parte externa do presídio. Veja a lista de presos:

Foragidos:

1.Wanderson Da Silva Sousa
2.Sau Walles Rodrigues Da Silva
3.Rafael Dos Santos Lima
4.Romário Pereira Sobreira
5.Marcos Jose De Sousa
6.Francisco Alan De Sousa
7.Erislandio Otavio De Oliveira Pereira
8.Naelson Madeira
9.Ricardo Pereira Da Silva
10.Adilson Da Costa Martins

Recapturados; 

José Duarte Almeida Macedo
José Márcio Pereira de Campos 
Antônio Luís Bispo da Silva Neto 
Geovanio Brito da Silva

Moradores de Picos relatam que o clima na cidade é de tensão. O comandante da Polícia Militar da cidade, major Estanislau Felipe Oliveira, disse que o efetivo está em diligências e que os presos foram recapturados em bairros próximos à penitenciária. “Foram recapturados alguns, mas ainda não temos uma parcial”, disse.

Na tarde da última segunda-feira (23) sete presos fugiram da Penitenciária Irmão Guido. O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí, Sinpoljuspi, atribui as fugas à decisão judicial que concedeu prisão domiciliar ,  com monitoramento eletrônico, até o dia 31 de maio deste ano a todos os apenados  que cumprem pena em regime semiaberto na Colônia Agrícola Major Cesar Oliveira, Penitenciária Feminina de Teresina, Unidade de Apoio ao Semiaberto, Penitenciária José Ribamar Leite, Penitenciária Irmão Guido e Unidade de Apoio Prisional. A medida foi recomendada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em virtude da pandemia do novo coronavírus.

O Vice-presidente do Sinpoljuspi, José Roberto, critica a decisão e diz que a Vara de Execuções Penais tem “inteira responsabilidade” pelas recentes fugas. Segundo a entidade, só ontem 426 presos da Colônia Agrícola Major Cesar foram liberados para cumprir regime domiciliar e nem todos são monitorados por tornozeleira eletrônica. O monitoramento é de responsabilidade da Sejus.

“Quando o Sinpoljuspi  ficou sabendo que o Dr Vidal [juiz de Execução Penal]  iria implementar medida de liberar presos do regime semiaberto ele nos atendeu e lá pedimos para não implementar as medidas. Porque  iria gerar dois problemas: primeiro para a sociedade  pois os presos  iriam sair sem tornozeleira eletrônica. O segunda seria diretamente no sistema prisional porque os presos não aceitam tratamento diferenciado. O preso pergunta se eles  estão sendo solto por que eu também não sou?”, defende José Roberto.

Os presos beneficiados devem retornar aos estabelecimentos prisionais onde cumpriam pena no dia 1º de junho de 2020, sob pena de serem considerados foragidos. “Foi um ato contrário ao interesse público. Quem garante que eles vão voltar?”, questiona o Sinpoljuspi. O Juiz Vidal de Freitas não vai comentar a decisão.
 


Izabella Pimentel
[email protected]

Coren-PI faz vistoria no Hospital Regional do município de Picos

Foto reprodução

O Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI) realizou uma vistoria no Hospital Regional Justino Luz, localizado no município de Picos. Durante a inspeção, as enfermeiras Mageany Reis e Tânia Luz elencaram pontos fundamentais para o enfrentamento da pandemia de Covid-19.

Questões como a capacitação dos profissionais, orientações sobre as medidas de precaução frente ao Coronavírus e a importância do uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) foram destacadas. Na ocasião, não foi apresentado o dimensionamento das equipes de Enfermagem, pois a escala de revezamento estava sendo adaptada diante do novo cenário.

O Hospital informou sobre as medidas que estão sendo tomadas diante da pandemia e que disponibiliza EPI para os profissionais em quantidade suficiente, segundo as normativas.

"Intensificamos as fiscalizações para garantir que todos os profissionais de Enfermagem estejam devidamente munidos de todos os equipamentos necessários para sua proteção individual e assim possam oferecer aos pacientes um atendimento seguro e eficaz para enfrentarmos da melhor maneira possível a pandemia de Covid-19", explica a presidente do Coren-PI, Tatiana Melo.

As unidades de saúde devem se adequar às mudanças necessárias para o enfrentamento da pandemia da Covid-19. Pensando nisso, o Conselho Federal de Enfermagem, em parceria com os Conselhos Regionais, divulgou um documento com recomendações gerais para a organização dos serviços de saúde e preparo das Equipes de Enfermagem. As medidas podem ser conferidas no site do Coren-PI: www.coren-pi.com.br.

Da Redação

redaçã[email protected] 

 

Prefeitura de Picos decreta fechamento de lojas e prorroga impostos

Foto: Prefeitura de Picos

Prefeito de Picos assina decreto com medidas para enfrentar crise por coronavírus.

A Prefeitura Municipal de Picos emitiu novo decreto na noite dessa sexta-feira (20) prorrogando as datas de vencimento de tributos municipais por conta da pandemia de Covid-19. O decreto atende pedidos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio). Veja decreto.

O documento atende várias medidas que compensam os comerciantes de Picos pelo fechamento do comércio local, a fim de combater a proliferação do novo Coronavírus.

Além da prorrogação das datas de vencimento do tributo municipal, o decreto prevê que o pagamento do Imposto Sobre Serviço (ISS) poderá ser parcelado. 

Também fica concedida carência pelo prazo de 90 dias para o pagamento do REFIS e fica prorrogada a validade das certidões negativas pelo prazo de seis meses. 

Foi prorrogado o prazo para pagamento das taxas de funcionamento dos estabelecimentos por 90 dias;  prazos de certidão, parcelamento de dívidas das empresas para compensar o período em que o comércio vai estar fechado.

Uma das decisões que merecem destaque é a suspensão de cobrança na taxa da zona azul por 30 dias.

O decreto teve como base a resolução que prorroga o prazo para o pagamento dos tributos federais no âmbito Simples Nacional.

Comércio fechado

Em Picos o comércio também deverá ser fechado, mas farmácias e supermercados vão continuar operando normalmente. A feira-livre de frutas funcionará em horários específicos.

Da redação
[email protected]

Operação apreende cocaína na rodoviária de Picos

Foto:  Ascom Polícia Civil 


Na noite da ultima quinta-feira, dia 19, um homem foi preso após cão farejador encontrar  pasta base de cocaína em sua bagagem. De acordo com o Delegado Agenor Ferreira Lima, o  preso em flagrante trazia consigo nove quilos e meio de drogas.

"Ainda estamos apurando para onde essa droga seria levada. Vamos intensificar essas abordagens", explicou.

A ação foi desenvolvida pela Delegacia Regional de Picos em parceria com a Polícia Militar, que atuou com cão farejador. A ação policial foi desenvolvida na rodoviária  da cidade, em blitz de repressão ao tráfico de drogas. 

Da Redação 
[email protected] 

Homem é morto a golpes de faca na cidade de Picos

Na madrugada desta quinta-feira, 19, foi registrado em Picos, o quarto homicídio de 2020. O crime aconteceu na Praça João de Deus Filho, no centro da cidade.

A vítima foi identificada como José Henrique da Silva, de 32 anos, mais conhecido como Nego Henrique. De acordo com o relações públicas da Polícia Civil, Lennon Luz, a polícia foi acionada por volta das 02h30.

“Fomos informados da existência de um corpo nas proximidades da penitenciária feminina, ao chegarmos lá, nos deparamos com o cadáver da vítima, que apresentava algumas perfurações de arma branca, inclusive havia um punham cravado em suas costas”, disse o relações públicas.

Uma testemunha afirmou que quatro homens perseguiam a vítima, sendo que portavam um punhal, um facão e um pedaço de madeira.

“A Polícia Militar entrou em diligências e conseguiu capturar os três acusados, que foram encaminhados a delegacia e não negaram participar do fato. Segundo ele os quatro, sendo que três são primos, foram até um bar comprar cerveja por volta das 02h00, e ao chegarem ao local encontraram o Henrique que tinha um desafeto com um dos indivíduos. Em depoimento eles relataram que o Henrique sacou uma arma branca”, ressaltou Lennon Luz.

Após luta corporal com os quatro, a vítima foi atingida por um golpe e fugiu até as proximidades da penitenciária, onde foi executado.

“Dois deles afirmaram que apenas seguiram o acusado de ter um desafeto com a vítima e que não o golpearam. O que fugiu, segundo versão dos conduzidos foi a única pessoa que golpeou o Henrique. Essas informações serão apuradas, através de câmeras de segurança”, afirmou o agente da Polícia Civil.

A vítima foi atingida por quatro golpes de faca. Ainda de acordo com a Civil, os conduzidos afirmaram que, o crime teria sido motivado por vingança, uma vez que a vítima havia assassinado, há dez anos atrás, o pai do acusado.

Lennon Luz, afirmou que a testemunha apontada pela Polícia Militar, assim como, pessoas que estariam no bar serão ouvidas.

O corpo da vítima será encaminhado ao Instituo Medico Legal (IML), em teresina, para a realização do exame cadavérico.

Fonte: Picos 40 graus

Comércio de Picos tem fluxo reduzido devido ao COVID-19

Foto: cidadesnanet

A crise pandêmica do Coronavírus, além da saúde humana, impactou o comércio de grãos, carnes, frutas e verduras, e nos mais diversos segmentos devido ao controle dos órgãos de saúde que regem o fechamento de fronteiras e diminuição do fluxo de pessoas em locais públicos e privados como terminais, aeroportos, centros comerciais, entre outros.

Em Picos, cidade situada há 310 quilômetros de Teresina, os comerciantes já sentem os impactos quando o assunto é fluxo de pessoas nas ruas e nos estabelecimentos comerciais. No segmento de carnes, verduras e frutas os sinais da crise gerada pelo COVID-19 começam a ser vistos, pois já é possível notar diminuição da procura por parte dos consumidores que evitam sair de casa devido às recomendações dos órgãos de controle.

O comerciante no ramo de frutas e verduras, Francisco Moura, proprietário de ponto comercial na feira livre de Picos, disse que já é perceptível a redução do movimento nas ruas. Por conta da pandemia do COVID-19, a população segue as recomendações e evita o máximo sair às ruas, o que consequentemente atinge as vendas.

“As pessoas ficam com medo de sair por ver os comentários e notícias da televisão e o fluxo fica pouco. Muita gente segue as recomendações, tem medo e isso acaba atrapalhando nas vendas”, relatou o feirante.

Francisco Antônio de Sousa, conhecido como Francisco do Frigotil, empresa do ramos de carnes e frios, também sente a diminuição do fluxo de pessoas nas ruas de Picos. “A gente percebe que nos últimos dias e nas últimas horas diminuiu o fluxo de clientes no comércio e a quantidade de pessoas nas ruas. Isso afeta de certa forma. A venda de produtos, em geral afetou um pouco porque as pessoas estão obedecendo os conselhos dos órgãos da saúde”, comentou.

Além de carnes e demais itens, o Frigotil comercializa também álcool em gel e devido a grande procura, como forma de prevenção ao Coronavírus, mediante recomendação dos órgãos de controle, aumentou consideravelmente. O resultado foi o esgotamento do estoque. “Nos últimos dias vendemos muito rápido e acabou o estoque”, concluiu.

Fonte: cidadesnanet

PRF aprende madeira com documento em nome de pessoa morta em 2014

Foto: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 20,14 m³ de madeira serrada que estavam sem licença ambiental válida para o transporte. Os policiais identificaram o crime ambiental no município de Picos, na BR-316, na noite desta sexta-feira (13), ao abordar uma carreta conduzida por um homem de 44 anos. 

Segundo os policiais, o motorista apresentou documentos ambientais datados do ano de 2018 e emitidos em nome de uma pessoa que já havia falecido desde 2014. Além disso, de acordo com a PRF, os outros documentos possuíam informações inconsistentes. 

“O respectivo carregamento estava, portanto, sem a devida documentação ambiental, comprovando o crime”, disse a PRF.

A carga saiu do município de Rurópolis, no Parás e tinha como destino a cidade de Patos, na Paraíba.

A Empresa Proprietária do veículo e da carga foram enquadradas no Art. 46 da Lei Nº 9.605/98 de crimes ambientais.

Toda a carga de madeira juntamente com o veículo foram encaminhados ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em Picos.

Hérlon Moraes
[email protected]

Justiça proíbe exames cadavéricos em hospital de Picos e 13 cidades são afetadas

Foto: Google Maps

Uma decisão da Justiça do Trabalho proibiu a realização de exames cadavéricos no Hospital Regional Justino Luz, em Picos. Com isso, os corpos precisam ser encaminhados para Floriano ou Teresina para serem periciados. A medida está valendo desde o dia 1° de março.

Segundo a delegada Laura Carneiro, além de Picos, outras 14 cidades serão afetadas. “Desde o dia primeiro de março temos a orientação do Departamento de Polícia Técnico-Cientifica, onde os exames cadavéricos deverão ser realizados na cidade de Floriano, em caso de menor complexidade, ou na cidade de Teresina em casos mais complexos e em putrefação. “Isso afeta não só a cidade de Picos, mas as outras 14 que compõem a região”, afirmou.

Para a delegada, a decisão é complexa e terá várias consequências. “A situação vai ser bem complicada, já que a orientação é que um agente público acompanhe o cadáver. Essa é a primeira questão. A segunda situação será quando tiver que acionar o IML. Onde nós colocaremos esse cadáver até a chegada do carro do IML?”, questiona.

Outra situação considerada grave segundo Laura Carneiro é que as famílias terão que arcar com os custos para trazer os corpos de volta.

“O terceiro ponto é que o carro do IML vem buscar o cadáver, mas ele não traz de volta. Esse custo ficaria com a família. Sabendo da realidade da região eu temo que será de muita dificuldade”, destaca.

A delegada informou ainda que a Secretaria de Segurança já está ciente da decisão e procura um prédio em Picos para abrigar um IML.

“Estão cientes e estão em busca de um local que possa ser instalado o IML e que os legistas possam realizar a perícia aqui na cidade”, conta.

A decisão da Justiça do Trabalho proibiu que os exames fossem realizados nas dependências do hospital utilizando os equipamentos da unidade de saúde, como raio x. Até um momento, segundo a delegada, um corpo precisou ser enviado para Teresina.

O Cidadeverde.com entrou em contato com a Secretaria de Segurança e aguarda um posicionamento sobre o caso. 

Flash Yala Sena
[email protected]

Coronavírus: Hospital de Picos monitora jovem de 19 anos que esteve em 4 países da Europa

Foto: Google Maps

O Hospital Regional Justino Luz, em Picos, informou na tarde deste domingo (8), que monitora um jovem de 19 anos que procurou a unidade de saúde com sintomas como febre, cefaleia e tosse, os mesmos do coronavírus. Segundo o hospital, o paciente esteve em viagem com a família por quatro países da Europa.

“A família, seguindo a recomendação do Ministério da Saúde, procurou o hospital de referência, nesse caso o regional Justino Luz em Picos. Desde a sua entrada no hospital, o paciente foi acompanhado pela direção administrativa, coordenação de enfermagem e pelo médico infectologista”, informou o hospital em nota.

O paciente reside na cidade de Francisco Santos. Segundo o hospital, foram feitos os exames de triagem e a amostra colhida foi encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública, o Lacen. “O paciente encontra-se em casa sem nenhuma gravidade”, diz o HRJL.

De acordo com o Ministério da Saúde, pessoas que viajaram para área de transmissão local nos últimos 14 dias e apresentam febre e, pelo menos um sinal ou sintoma respiratório precisa procurar uma unidade hospitalar, pois estes são considerados casos suspeitos.

Por conta de informações desencontradas que se espalham nas redes sociais, o Hospital Justino Luz informou que o até o momento não existe caso confirmado do coronavírus em Picos e macrorregião.

Até o momento, o Piauí possui 5 casos suspeitos de coronavírus. Quatro em Teresina e um em São Miguel do Tapuio.

Veja a nota do hospital:

Hérlon Moraes
[email protected]

Posts anteriores