Cidadeverde.com

Piracuruca abre cadastro do Garantia Safra para 400 agricultores familiares

A Prefeitura de Piracuruca, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Sema), abriu cadastro para o programa Garantia Safra 2015. Os agricultores familiares de Piracuruca participam do programa desde 2012, quando o município aderiu ao beneficio anual destinado a repor as perdas das lavouras em decorrência dos períodos de estiagem.

A ação do Governo Federal faz parte do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Para participar do Garantia Safra, é necessário que, anualmente, estados, municípios e agricultores façam adesão ao programa.
 
Em Piracuruca, o cadastro pode ser feito na sede da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Sema), das 07h30min às 12 horas. Os agricultores familiares devem levar a carteira de identidade (RG), o CPF e a declaração de aptidão para o Pronaf. O cadastro vai até o dia 30 de setembro.
 
Raimundo Brito, secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, explica que as perdas nas áreas cultivadas de Piracuruca ainda são frequentes, porque as áreas plantadas com sistema de irrigação ainda são poucas. Em Piracuruca, a maioria das áreas cultivadas é de plantio sequeiro, aqueles que dependem do período chuvoso.
 
“O Garantia Safra é destinado para agricultores familiares de baixa renda com área de cultivo de até cinco hectares e com perdas acima de 50% das produções de feijão, milho, arroz, mandioca, algodão ou de outras culturas. As condições de clima da nossa região, o semiárido, favoreceram essas perdas anuais nos últimos cinco anos”, avalia.

               
 
Após o cadastro, o Governo Federal avalia as informações cedidas pelos agricultores familiares no ato do cadastro. Quando aprovado, o agricultor familiar receberá o benefício de R$ 850 reais divido em cinco parcelas de R$ 170. O benefício será creditado na Caixa Econômica Federal e pago até outubro de 2016, através de cartões eletrônicos.
 
José da Silva Carvalho, morador do assentamento Santo Antônio, veio renovar o cadastro, pois assim como no ano passado, o agricultor também perdeu parte da área cultivada. “Na verdade o agricultor prefere um bom inverno, mas o Garantia Safra nos ajuda a recuperar parte das perdas”, avalia.
 
A agricultora, Maria Salete Machado, moradora da localidade Lagoa de Dentro, está fazendo o cadastro pela primeira vez. “Perdi a minha lavoura, pois, na minha região as chuvas foram poucas, o que prejudicou a nossa produção. Este ano perdemos arroz, feijão e milho. O Garantia Safra vai ajudar a recuperar a nossa produção e ajudar no orçamento da nossa família”, encerra.  

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com