Cidadeverde.com

Suspeito de contrabando é preso e R$ 200 mil são apreendidos em operação em Piripiri

  • fumo1.jpg PRF/PI Divulgação
  • piri2.jpg PRF/PI Divulgação
  • piri1.jpg PRF/PI Divulgação
  • 20150729045939.jpg PRF/PI Divulgação
  • 20150729043620.jpg PRF/PI Divulgação
  • 20150729043620_(4).jpg PRF/PI Divulgação
  • 20150729043620_(2).jpg PRF/PI Divulgação
  • 20150729043612.jpg PRF/PI Divulgação
  • 20150729043612_(3).jpg PRF/PI Divulgação
  • 20150729043612_(2).jpg PRF/PI Divulgação

O delegado geral Riedel Batista informou que foi deflagrada nesta quarta-feira (29), no município de Piripiri, a Operação Suíno, de combate à sonegação. A polícia localizou um depósito de bebidas e cigarros falsos e prendeu um homem considerado um dos maiores contrabandistas da região.

Na operação, a polícia apreendeu R$ 200 mil em dinheiro e cheque, além de cerca de 70 mil caixas de cigarros roubados vindos do Paraguai. O inspetor Celso Alcântara, da PRF, informou que o suspeito preso na Operação Suíno é um dos contrabandistas mais procurados da região e já vinha sendo monitorado há vários meses pela Deccortec.

A polícia cumpriu os quatro mandados de busca e apreensão, expedidos pela comarca de Piripiri, em um sítio e várias residências de propriedade do suspeito. 

De acordo com a PRF, bebidas e cigarros de origem paraguaia foram encontrados nos fundos de uma das residências. A PRF acredita que o local servia como fábrica clandestina de bebidas falsas. Diversas embalagens vazias de uísque foram encontradas. O material, segundo a polícia, armazena o líquido adulterado. 

Uma pessoa foi presa, segundo o delegado Riedel, e a policia está cumprindo quatro mandados de busca na cidade. Segundo o delegado, foi apreendida também uma moto roubada. Uma espingarda calibre 28 e mais nove cartuchos foram recuperados. 

"A operação está sendo comandada pelo delegado João José, o JJ, da Deccortec e estão sendo cumpridos mandados de busca, coibindo a sonegação fiscal", declarou.

A operação acontece entre a Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e Contra as Relações de Consumo (Deccortec) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) com apoio da Secretaria de Fazenda (Sefaz).

Suíno

A operação foi batizada de “Suíno” em razão do apelido de um dos investigados, o "Porquinho".

 

Yala Sena Flash
Maria Romero Redação
redacao@cidadeverde.com