Cidadeverde.com

Zizi Possi abre temporada 2016 do projeto Seis e Meia

A cantora Zizi Possi é quem abre a temporada 2016 do projeto Seis e Meia, no dia 8 de março, no Theatro 4 de Setembro. Ela traz a Teresina um show de piano e voz e, na companhia do maestro Jethe Garotti Jr., interpreta sucessos da sua carreira, como “Caminhos do Sol" e “Asa Morena”, além de canções do seu último disco “Tudo se transformou”. A abertura do show será feita pela cantora piauiense Carol Costa.

Entre as canções do último disco de Zizi, há “Cacos de Amor”, parceria da filha Luiza com Dudu Falcão; ‘Disparada’ (Geraldo Vandré), ‘Contrato de Separação’ (Dominguinhos/Anastácia), ‘Meu Mundo e Nada Mais’ (Guilherme Arantes) e ‘Sem Você’ (Arnaldo Antunes/Carlinhos Brown).

“Eu me sinto privilegiada por ter nascido com o dom de cantar. Na minha vida, a musicalidade é fundamental. É por meio dela que me comunico com as outras pessoas e entro em contato com os sentimentos, espírito e mente”, diz a cantora.

O projeto Seis e Meia é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura. Todos os meses uma atração local deve se apresentar no palco do Theatro 4 de Setembro. Os ingressos já estão sendo vendidos na bilheteria do teatro, sendo R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia).

Zizi Possi

Desde o lançamento do primeiro álbum, ´Flor do Mal´, em 1977, a cantora Zizi Possi vem colecionando sucessos e elogios. No início da carreira, chamou a atenção de Roberto Menescal e de Chico Buarque, com quem gravou ‘Pedaço de Mim’, que se tornaria seu primeiro grande sucesso. Numa atitude ousada para a época, no início dos anos 90, a cantora lança três cds acústicos. Até hoje ‘Sobre Todas as Coisas’, ‘Valsa Brasileira’ e ‘Mais Simples’ são considerados obras primas e marcam definitivamente a carreira de Zizi e a música popular brasileira, com gravações inesquecíveis.

Em 1997, Zizi inicia nova fase de grande sucesso, com o lançamento de ‘Per Amore’ e, no ano seguinte, de ‘Passione’, que somados venderam mais de 1 milhão de cópias. A partir daí, grava novos CDs e DVDs, sempre chamando a atenção pela sua bela voz e postura marcantes. Convidada a preparar um repertório totalmente em inglês para uma apresentação, Zizi Possi cria um novo espetáculo, que viria a ser o embrião de seu primeiro disco ao vivo, o 18º da carreira, ‘Para inglês ver... e ouvir’. O show foi registrado em CD e DVD e lançado em 2005, sob a direção de José Possi Neto e produção de Manoel Poladian.

Para celebrar os 30 anos de carreira, em 2008, Zizi Possi faz uma temporada de três meses na casa de shows paulistana Tom Jazz. Dirigidos por José Possi Neto, os shows apresentaram repertórios diferentes e convidados como Ana Carolina, Edu Lobo, João Bosco, Ivan Lins, Alceu Valença, Alcione, Eduardo Dussek, entre outros. A celebração se transformou em dois DVDs, Cantos e Contos 1 e 2. Batizado com o nome de um dos mais belos sambas de Paulinho da Viola, seu álbum ‘Tudo se Transformou’ (2014), marca o retorno de Zizi à gravadora Eldorado.

Gravado ao vivo em São Paulo, o CD reúne grandes autores da música brasileira como Chico Buarque, Geraldo Vandré, Anastácia, Dominguinhos, Guilherme Arantes, Gonzaguinha e canções inéditas na sua voz.

Em 2015, a artista estreou o show “Na Sala com Zizi”, que remonta sua trajetória de sucesso. Com um repertório particular e inédito, Zizi costura lembranças e canções, com roteiro de seu irmão, o premiado diretor José Possi Neto. Para este ano, Zizi prepara um novo show e trabalha canções que foram feitas especialmente para ela por Cazuza, Djavan, Lula Queiroga e Lenine, Lulu Santos, Zeca Baleiro e Gilberto Gil, entre outros. Prepara também, dirigida por José Possi Neto, um espetáculo dramatúrgico musical que promete alcançar beleza e profundidade capazes de emocionar muito.