Cidadeverde.com

Os Paralamas do Sucesso celebram 30 anos de carreira com show de tecnologia e hits em Pedro II

  • paralamas19.jpg Yala Sena
  • paralamas18.jpg Yala Sena
  • paralamas17.jpg Yala Sena
  • paralamas16.jpg Yala Sena
  • paralamas15.jpg Yala Sena
  • paralamas14.jpg Yala Sena
  • paralamas13.jpg Yala Sena
  • paralamas12.jpg Yala Sena
  • paralamas11.jpg Yala Sena
  • paralamas10.jpg Yala Sena
  • paralamas9.jpg Yala Sena
  • paralamas8.jpg Yala Sena
  • paralamas7.jpg Yala Sena
  • paralamas6.jpg Yala Sena
  • paralamas5.jpg Yala Sena
  • paralamas4.jpg Yala Sena
  • paralamas3.jpg Yala Sena
  • paralamas2.jpg Yala Sena
  • paralamas1.jpg Yala Sena

Os paralamas do Sucesso marcaram a terceira noite do Festival de Inverno de Pedro II celebrando seus 30 anos de carreira com sucessos que contam sua história desde o primeiro disco até os mais recentes. A apresentação é histórica para o evento que reuniu na noite deste sábado (29) o maior público da história do Festival, cerca de 20 mil pessoas.

A praça da Bonelle ficou pequena para tanta gente e as ruas estreitas e avenidas ao redor foram tomadas de pessoas e carros que lotaram o município e prometem fazer desta edição a com maiores números, cerca de 40 mil turistas ao longo dos quatro dias de evento.

O show de tecnologia ficou por conta dos recursos multimídia e com a ajuda de cinco câmeras, que transmitiram ao vivo imagens do baterista João Barone no telão do evento, emocionando ainda mais o público do festival. Por várias vézes, Herbert Viana muito atencioso perguntou se as pessoas ouviam com clareza o som da banda, montado em uma estrutura impecável com equipamentos de última geração.

Tim Maia

No repertório de clássicos do show, em meio a imagens de familiares, amigos, shows e bandas, momentos foram marcantes ao som de "Você", clássico de Tim Maia, homenageado no show em um dos momentos mais emocionantes da noite.

Os Paralamas do Sucesso nos receberam em seu camarim e em uma rápida conversa perguntaram sobre o frio de Pedro II, que pelo visto foi espantado pela multidão que os aguardava.

Protesto

Para encerrar o show João Barone levantou o público questionando "Vocês estão revoltados com toda essa corrupção e roubalheira que está nosso país?? Então vamos fazer algo para mudar essa p...", puxando assim a música que encerrou o show do Legião Urbana. "Que País É Este" levou o público de verdade à loucura.

Mas não para por aí. O Festival só acaba neste domingo (29) com shows de Josy Mendes (Pedro II), Banda Além Castro (SP), Dandinha e Banda (PI) e Banda Uepa (PI).