Cidadeverde.com

Potycabana recebe 1º Festival de Música Eficiente

O Parque Potycabana recebe nos dias 25 e 26 de novembro o I Festival de Música Eficiente do Piauí. O objetivo do evento é divulgar os talentos locais de pessoas com deficiência e comprovar que, mesmo com as dificuldades, é possível obter sucesso com a arte. Durante dois dias a população vai conferir no palco principal apresentações artísticas de música, dança, coral, organizadas por instituições de atenção à pessoa com deficiência. “São muitos os talentos que trabalham com a música em Teresina, mas não encontramos com facilidade vocalistas, bandas, tendo como componentes pessoas com deficiência. Nossa intenção é inserir ainda mais esses cidadãos à sociedade, para que possam progredir na música e realizarem os seus sonhos”, afirma o coordenador da Banda Música Eficiente, um dos projetos realizados pela Associação Cultural dos Amigos da Música Eficiente.

De forma voluntária, Antônio Caetano, oferece aulas de canto ao projeto, além de ser o vocalista da Banda Música Eficiente. O intérprete já participou de vários festivais de músicas em Teresina e Brasília, e ganhou alguns prêmios em primeiro lugar. Caetano já gravou dois CD's ao vivo no Projeto Boca da Noite do Governo do Estado e já vendeu mais de 15 mil cópias. “É gratificante poder ajudar crianças e adolescentes tão talentosos, melhorando a autoestima deles e de suas famílias diante das dificuldades enfrentadas no dia a dia.

Sobre o Projeto Música Eficiente

O Projeto Música Eficiente foi criado há três anos e funciona no CEFTI (Centro de Ensino Profissional de Tempo Integral Escola Pequena Rubim), no bairro Mocambinho, zona norte. O objetivo principal da iniciativa é resgatar a cidadania das pessoas com deficiência através da música, para que possam se sentir cada dia mais inclusos na sociedade.

O projeto atende crianças e adolescentes de 04 a 17 anos de idade com diferentes tipos de deficiência: Síndrome de Down, autismo, deficiência física, auditiva (surdez), visual e intelectual. Voluntários promovem terapia ocupacional e acompanhamento multiprofissional aos alunos, com uma equipe formada por fisioterapeutas, fonoaudiólogos, dentre outros profissionais. Em breve, o Música Eficiente contará com nova sede para atender melhor os mais de 100 alunos atendidos. A instituição é filantrópica, sem fins lucrativos e realiza suas atividades por meio de doações.

O festival tem o apoio da Coordenadoria de Desenvolvimento Social e Lazer, Secretaria Estadual para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Secretaria de Cultura do Piauí e organização da Fundação Firmino Lacerda e Associação Cultural dos Amigos da Música Eficiente.