Cidadeverde.com

Confira a lista dos vencedores do Grammy 2015

Sam Smith foi a grande estrela do Grammy 2015 levando para casa quatro prêmios na noite deste domingo (8). Além dele, Beck faturou o principal prêmio de Álbum do Ano. O Playlist acompanhou toda a cobertura e agora mostra a lista dos vencedores anunciados durante a premiação.

Melhor Álbum Country:

Dierks Bentley, Riser
Eric Church, The Outsiders
Brandy Clark, 12 Stories
Miranda Lambert, Platinum
Lee Ann Womack, The Way I’m Livin

Melhor Álbum Vocal Pop:

Coldplay, Ghost Stories
Miley Cyrus, Bangerz
Ariana Grande, My Everything
Katy Perry, Prism
Ed Sheeran, X
Sam Smith, In The Lonely Hour

Melhor Álbum Urbano Contemporâneo:

Jhené Aiko, Sail Out
Beyoncé, BEYONCÉ
Chris Brown, X
Mali Music, Mali Is…
Pharrell Williams, G I R L

Melhor Gravação do Ano:

Iggy Azalea, Fancy (feat. Charli XCX)
Sia, Chandelier
Sam Smith, Stay With Me (Darkchild Version)
Taylor Swift, Shake It Off
Meghan Trainor, All About That Bass

Melhor Performance Pop Solo:

John Legend, All of Me (Live Version)
Sia, Chandelier
Sam Smith, Stay With Me
Taylor Swift, Shake It Off
Pharrell Williams, Happy

Melhor Canção de Rock:

Paramore, Ain’t It Fun
Beck, Blue Moon
The Black Keys, Fever
Ryan Adams, Gimme Something Good
Jack White, Lazaretto

Melhor Álbum de Rock:

Ryan Adams, Ryan Adams
Beck, Morning Phase
Black Keys, Turn Blue
Tom Petty and the Heartbreakers, Hypnotic Eye
U2, Songs of Innocence

 
Melhor Artista Revolução:

Bastille
Iggy Azalea
Brandy Clark
Haim
Sam Smith

 
Melhor Música Country:

Kenny Chesney, American Kids
Miranda Lambert, Automatic
Eric Church, Give Me Back My Hometown
Glen Campbell, I’m Not Gonna Miss You
Tim McGraw, Meanwhile Back at Mama’s

 
Melhor Álbum de Reggae:

Ziggy Marley, Fly Rasta
Lee Scratch Perry, Back On the Controls
Sean Paul, Full Frequency
Shaggy, Out of Many, One Music
Sly & Robbie & Spicy Chocolate, The Reggae Power
Soja, Amid the Noise and the Haste

 
Melhor Álbum Vocal Pop Tradicional:

Lady Gaga & Tony Bennett, Cheek to Cheek
Johnny Mathis, Sending You a Little Christmas
Annie Lennox, Nostalgia
Barbra Streisand, Partners
Barry Manilow, Night Songs

 
Melhor Álbum do Ano:

Beck, Morning Phase
Beyoncé, Beyoncé
Ed Sheeran, X
Pharrell Williams, Girl
Sam Smit, In the Lonely Hour

 
Melhor Música do Ano:

All About That Bass, Kevin Kadish & Meghan Trainor, compositor: Meghan Trainor
Chandelier, Sia Furler & Jesse Shatkin, compositor: Sia
Shake It Off, Max Martin, Shellback & Taylor Swift, compositor: Taylor Swift
Stay With Me (Darkchild Version), James Napier, William Phillips & Sam Smith, compositor: Sam Smith
Take Me To Church, Andrew Hozier-Byrne, compositor: Hozier

Melhor performance Pop por Duo ou Grupo:

Say Something – A Great Big World e Christina Aguilera
Fancy – Iggy Azalea e Charli XCX
A Sky Full of Stars – Coldplay
Bang Bang – Jessie J., Ariana Grande e Nicki Minaj
Dark Horse – Katy Perry e Juicy J

 
Melhor Performance de Country por um Duo ou Grupo:

Gentle On My Mind – The Band Perry
Somethin Bad – Miranda Lambert e Carrie Underwood
Day Drinking – Little big Town
Meanwhile Back at Mama’s – Tim McGraw e Faith Hill
Raise Em Up – Keith Urbam e Eric Church

 

 
Melhor Gravação de Dance Music:

Never Say Never, Basement Jaxx
Rather Be, Clean Bandit Featuring Jess Glynne
F For You, Disclosure Featuring Mary J. Blige
I Got U, Duke Dumont Featuring Jax Jones
Faded, Zhu

 
Melhor Álbum de Dance/Eletrônica:

Syro, Aphex Twin
While, 1 Deadmaus
Nabuma Rubberband, Little Dragon
Do It Again, Röyksopp & Robyn
Damage Control, Mat Zo


Melhor Álbum Instrumental Contemporâneo:

Wild Heart, Mindi Abair
Slam Dunk, Gerald Albright
Nathan East, Nathan East
Jazz Funk Soul, Jeff Lorber, Chuck Loeb, Everette Harp
Bass & Mandolin, Chris Thile & Edgar Meyer

 
Melhor Performance de Rock:

Gimme Something Good, Ryan Adams
Do I Wanna Know?, Arctic Monkeys
Blue Moon, Bec
Fever, The Black Keys
Lazaretto, Jack White

 
Melhor Performance de Metal:

Neon Knights, Anthrax
High Road, Mastodon
Heartbreaker, Motörhead
The Negative One, Slipknot
The Last In Line, Tenacious D

 
Melhor Música de Rock:

Ain’t It Fun, Hayley Williams & Taylor York, compositor: Paramore
Blue Moon, Beck Hansen, compositor: Beck
Fever, D. Auerbach, B. Burton & P. Carney, compositor: The Black Keys
Gimme Something Good, Ryan Adams, compositor: Ryan Adams
Lazaretto, Jack White III, compositor Jack White


Melhor Álbum de Música Alternativa:

This Is All Yours, Alt-J
Reflektor, Arcade Fire
Melophobia, Cage The Elephant
St. Vincent, St. Vincent
Lazaretto, Jack White


Melhor Performance de R&B:

Drunk In Love, Beyoncé Featuring Jay Z
New Flame, Chris Brown Featuring Usher & Rick Ross
It’s Your World, Jennifer Hudson Featuring R. Kelly
Like This, Ledisi
Good Kisser, Usher

 
Melhor Performance Tradicional de R&B:

As, Marsha Ambrosius & Anthony Hamilton
I.R.S., Angie Fisher
Jesus Children, Robert Glasper Experiment Featuring Lalah Hathaway & Malcolm Jamal Warner
Nobody, Kem
Hold Up Wait A Minute (Woo Woo), Antonique Smith

 
Melhor Música de R&B:

Drunk In Love, Shawn Carter, Rasool Diaz, Noel Fisher, Jerome Harmon, Beyoncé Knowles, Timothy Mosely, Andre Eric Proctor & Brian Soko, compositor: Beyoncé Featuring Jay Z
Good Kisser, Ronald “Flip” Colson, Warren “Oak” Felder, Usher Raymond IV, Jameel Roberts, Terry “Tru” Sneed & Andrew “Pop” Wansel, compositor: Usher
New Flame, Eric Bellinger, Chris Brown, James Chambers, Malissa Hunter, Justin Booth Johnson, Mark Pitts, Usher Raymond IV, William Roberts, Maurice “Verse” Simmonds & Keith Thomas, compositor: Chris Brown Featuring Usher & Rick Ross
Options (Wolfjames Version), Dominic Gordon, Brandon Hesson, William Roberts & Jamaica “Kahn-Cept” Smith, compositor: Luke James
The Worst, Jhené Aiko Chilombo, compositor: Jhené Aiko

 
Melhor Álbum de R&B:

Islander, Bernhoft [Big Picnic Records]
Lift Your Spirit, Aloe Blacc

Love, Marriage & Divorce, Toni Braxton & Babyface
Black Radio 2, Robert Glasper Experiment
Give The People What They Want, Sharon Jones & The Dap-Kings

 
Melhor Álbum de Rap:

3005, Childish Gambino
0 To 100 / The Catch Up, Drake
Rap God, Eminem
I, Kendrick Lamar
All I Need Is You, Lecrae

Beyoncé, John Legend e Common encerram Grammy com música gospel

Visivelmente emocionada Beyoncé abriu o número de encerramento do Grammy Awards 2015. A cantora apresentou uma versão poderosa de "Take My Hand Precious Lord", hit gospel famoso com Mahalia Jackson, cantora gospel, e canção favorita de Martin Luther King. A música foi cantada em seu funeral e introduziu a apresentação de John Legend que interpretou a música "Glory" acompanhado do rapper Common. Um coral completamente composto por homens negros também integrou o número de encerramento e deu coroou a noite de premiação.

Assista:

 

Sam Smith canta seu maior sucesso ao lado de diva do soul Mary J Blige

A apresentação do britânico Sam Smith era uma das mais esperadas da noite, desde que lançou seu álbum de estreia, In the Lonely Hour, o cantor vem colecionando prêmios, inclusive o de "Best new artist", primeiro prêmio do Grammy 2015.

O cantor, que chegou a levar também o prêmio de "Música do ano", cantou a música Stay with me ao lado da diva do hip-hop soul Mary J Blige. Acompanhados por uma orquestra, a dupla emocionou a plateia de artistas. Ao fim da apresentação os dois se abraçaram.

 

 

Juanes representa América Latina no Grammy

O cantor colombiano que já é um velho conhecido do Grammy Latino, neste ano não pode ser ignorado pelo Grammy Americano. Representando a América Latina, Juanes fez uma performance contagiante no palco da maior premiação da indústria fonográfica.

 

Melhor álbum do ano

Para apresentar uma das mais importantes premiações da noite, o cantor Prince subiu ao palco de óculos escuros e um todo vestido de laranja. Dentre os indicados, Beyconé e Phareel Williams, perderam o grammy para o Beck.

***Com colaboração de Lucas Marreiros

Grammy 2015 reafirma suas raízes com muito country

Foi fácil perceber que o Grammy 2015 teve muitas apresentações country. E não é de hoje que as apresentações americanas reverenciam seu país. O country é um estilo americano que está enraizado na cultura dos Estados Unidos.

Na noite mais esperada da indústria fonográfica, apresentações como a de Miranda Lambert, Eric Church e Brandy Clark com o veterano Dwight Yoakam levaram o telespectador a Nashville, no estado americano do Tennessee, cidade conhecida como capital da música country.

O estilo, representado por estrelas como Dolly Parton, conhecida como rainha do country, aborda temas inerentes do "estilo de viver americano". Taylor Swift é outro nome que chama a atenção, a cantora teen começou com o country, trazendo um público mais jovem ao estilo, e hoje, é uma das mais bem sucedidas do ramo.

Na categoria de melhor álbum country, artistas como Dierks Bentley, Lee Ann Womack competiram, mas quem levou o prêmio foi Miranda Lambert, esposa de outro grande ídolo do country, o coach do The Voice americano Blake Shelton.

Mas o estilo conta ainda com as categorias de Melhor canção country, Performance em Duo ou Grupo e Performance Solo, nas quais artistas conhecidos como Carrie Underwood e o australiano Keith Urban, marido da atriz Nicole Kidman, competiram.

**Colaboração de Lucas Marreiros

Sia reproduz clipe de 'Chandelier' no palco do Grammy 2015

Sia mais uma vez reproduziu o clipe de "Chandelier" em um palco, desta vez no Grammy 2015. A cantora levou a bailarina Maddie Ziegler mais uma vez para o show que teve ainda a atriz Kristen Wiig como convidada especial e deu mais expressão a performance de "Chandelier".

O cenário pequeno reproduz um apartamento velho e é bem semelhante ao utilizado no próprio clipe da cantora. Mais uma vez Sia aparece de costas e decide não mostrar o rosto na premiação. Assista:

 

Posts anteriores