Cidadeverde.com

Rodrigo Martins diz que Congresso não aprovará Reforma da Previdência mesmo com mudanças

Mesmo com os movimentos recentes do Governo Federal no sentido de mudar a Reforma da Previdência, o deputado federal Rodrigo Martins (PSB-PI) acredita que a proposta não será aprovada pelos deputados em 2017. Em entrevista no Jornal do Piauí, o parlamentar afirmou que os políticos tendem a pensar nas eleições do ano que vem antes de aprovarem uma medida impopular no Congresso Nacional. 

"Apesar de serem apenas alguns pontos que eles estão ventilando a possibilidade de trazer a plenário, eu acredito que ela não será votada e aprovada esse ano", disse Martins, ao correspondente da TV Cidade Verde em Brasília (DF), Délio Rocha, nesta quinta-feira (9). "Nós sabemos que a eleição está se aproximando e certamente os deputados não irão votar somente pensando na PEC ou na Reforma da Previdência, mas também pensando nas suas reeleições".

Rodrigo Martins ressaltou o esforço do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e do próprio presidente da República, Michel Temer, em fazer com que uma reforma mais enxuta seja aprovada ainda neste ano. Conduto, o projeto é polêmico e complexo. "Na verdade, a Reforma da Previdência precisa ser mais debatida e discutida com a população", acrescentou. 

Nesta quinta-feira, Temer recebeu deputados em um café da manhã e anunciou uma redução ainda maior na proposta da reforma previdenciária, mas afirmou que em no máximo 10 anos será necessária a aprovação de outro projeto para equilibrar as finanças do país. 

 

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com