Cidadeverde.com

A Quarta Onda chegou!

Foto: João Paulo Brito

Olá, eu sou Samira Ramalho! Dos meus estudos e inquietações nasceu o blog Quarta Onda  e que inicia, agora, a sua história no Portal Cidade Verde. A  minha  proposta é produzir conteúdo sobre todos os temas, mas focado no centro das críticas feministas, que são as relações sociais estabelecidas a partir do gênero, e as práticas e discursos que têm produzido problemas à existência das mulheres. É também mostrar, com seriedade e leveza, exemplos de protagonismo e empoderamento feminino em diversos campos da sociedade, bem como suas experiências e reflexões. 

Decidi chamar este projeto de Quarta Onda por causa da perspectiva teórica de que entramos em mais uma era dos movimentos feministas. A primeira onda – das Sufragistas – queria o direito ao voto; a segunda onda floresceu na militância e na academia; a terceira apresentou as primeiras teorias de gênero, institucionalizou o movimento e apresentou amadurecimento fundamental para o que temos hoje. Já a nova onda é caracterizada pela dependência do acesso à internet, das redes sociais e por uma população de feministas nascidas ou criadas durante a efervescência do movimento lado a lado com o desenvolvimento da internet. 

Mas por que escrever de maneira feminista? 

Há um modo de pensar feminista sobre a contribuição das mulheres para rápidas mudanças nas relações sociais, ao apresentarem inovações e exemplos de reestruturação dos espaços físicos, sociais, culturais e científicos, mas, além disso, ao proporem novos horizontes interpretativos e agregando sujeitos sociais considerados subalternos.  O mais importante é que uma maneira feminista de pensar vem conquistando e promovendo novas formas de viver.

Afinal, quem escreve?

Uma feminista, jornalista, relações públicas e mestra em Sociologia. Durante o mestrado, desenvolvi a pesquisa Gênero e Sexualidade: discursos de mulheres feministas sobre a pornografia com orientação da professora Rita Sobral. Além disso, gênero e feminismos são temas sobre os quais eu pesquiso há mais de quatro anos, embora eu nem me lembre mais quando me tornei uma feminista na vida prática. Bom, se eu não fosse tão feminista e tão dona do meu nariz, eu diria que os astros já haviam decidido isso por mim antes de eu nascer…

Por isso, o blog Quarta Onda também foi idealizado como um instrumento de resistência, pois, acredito que a informação e a reflexão podem mover estruturas, aos poucos, com paciência e consistência, e com todas e todos juntos. :)

               

 

P.S. As atualizações são diárias com matérias, notas, crônicas, resenhas, artigos de opinião, vídeos e mais.  Espero a colaboração de vocês com comentários e sugestões de pautas. Contato pelo blogquartaonda@gmail.com ou direct no instagram @samiramalho e @blogquartaonda. Sigam também no Twitter @quartaonda4.