Cidadeverde.com
Suzane Jales

Qual a sua relação com o tempo?

Eu estava relembrando que sempre fui muito agitada e tive uma relação de muito estresse com o tempo… até aprender a importância de vivenciar o aqui agora e começar a usá-lo no meu dia a dia.

No meu caso, era ansiedade com relação ao futuro próximo: vivo com a agenda apertada, cheia de compromissos e cobranças, sobretudo de mim mesmo.

Lembro que até gravei um vídeo depois que, na ânsia de enviar um e-book para as pessoas que estão cadastradas no meu site, mandei a primeira versão do livro, que já havia sofrido alteração. A versão final era bem maior…

Quando notei meu erro, imediatamente corrigi e enviei o e-book correto para os que estavam com a versão inicial, mas, como sou perfeccionista em tudo o que faço, isso me deixou hiper chateada… e isso gerou um  vídeo, que você pode assistir CLICANDO AQUI.

Pois é… isso faz um tempinho, mas eu ainda estou em processo. Sei que preciso de muita paciência, pois isso não é algo tão fácil para mim, mas já percorri um bom caminho…

Uma das coisas que mais me ajuda é meditar um pouco logo cedo, ao acordar. Isso acalma minha mente e me prepara para o dia. Cada dia, sinto que ganho um pouco mais da sensação de presença.

Para quem quer experimentar, fica a dica: passei a acordar 5 minutos mais cedo, depois 10, 15, 20 minutos antes para poder me dedicar à meditação. Eu gosto de meditar tocando um instrumento fantástico: a taça de cristal. Mas você não precisa de absolutamente nada para meditar.

Qualquer dia, eu falo mais sobre como começar a meditar para os iniciantes… Eu ainda me considero assim, mas já dei alguns passos e posso compartilhar com você.

Aliás, fica aqui o convite para quem é “veterano(a)” no assunto me dar um depoimento para compor esse futuro artigo, dizendo como medita e o que melhorou na sua vida depois que começou essa prática.

É isso por hoje!

Se gostou, comenta e compartilha com os amigos.

Beijos mil e até o próximo!