Cidadeverde.com

Luciano Nunes dasabafa na reação ao impedimento no TCE

O conselheiro Luciano Nunes foi considerado pelo plenário do TCE (Tribunal de Contas do Estado) impedido de votar nos processos que envolvem análise da operação de crédito do governo do estado junto a Caixa Econômica Federal referente ao Finisa. Luciano Nunes revela à coluna o que achou da decisão:
"Encarei a decisão do Pleno do TCE votando pelo meu impedimento com absolta tranquilidade, pois como já estou de saída e tenho o dever de votar com independencia e sem amarras ou pretenções que não sejam a de servir a sociedade e honrar o que ganho para isto, entendo que quem assim decidiu é quem acha que certamente está fazendo melhor e tem que zelar pelo futuro e pela credibilidade da instituição que é permanente tem uma finalidade essencial para a sociedade, transcende a todos nós e precisa ser preservada, pois lá ganham o pão de cada dia excelentes profissionais que se dedicam diuturnamente ao extenuante trabalho de investigação de ilícitos e combate à corrupção, que deverão ser levados em conta afim de que se produza algum efeito em prol da sociedade." Luciano Nunes foi considerado impedido de atuar nos processos por ser pai do ex-deputado Luciano Nunes Filho, presidente estadual do PSDB e candidato a governador no pleito de 2018.