Cidadeverde.com

Daniel França: "Não há alinhamento automático no PSL"

O presidente do PSL de Teresina até que entende e considera legítimo o desejo do vereador Luis André de levar o partido ao palanque do PSD na sucessão do prefeito Firmino Filho. Mas a nova direção da sigla esclarece: "Não há nenhum alinhamento automático e  tudo dependerá das conversas que teremos com todos os pré-candidatos não petistas", avisa Daniel França. O novo presidente explica ainda que a decisão levará em conta o melhor caminho para fortalecer o PSL na capital e no estado, e não apenas  um ou outro segmento partidário. Foi por isso que houve a mudança na direção da sigla.