Cidadeverde.com

Deputado acha inoportuno rompimento PT/Progressistas

No governo do estado a relação política com o Progressistas não é das melhores. As disputas municipais deste ano e a sucessão do governador Wellington Dias em 2022 estão desgastando um histórico de aliança PT/Progressistas iniciado ainda em 2014. É um incêndio com mais gasolina do que bombeiros. Mas o deputado estadual Hélio Isaías (Progressistas), atual secretário de Transportes, sustenta que o clima de desconfiança que envolve o partido na base governista precisa ser superado. E aponta três motivos: as disputas nas cidades são naturais; a sucessão do governador ainda está longe e o mais improvável, porém possível, Wellington e Ciro podem compor o mesmo palanque em 2022. “O governador será candidato ao senado e Ciro ao governo”, lembra o deputado.